19/05/2015 às 11h47min - Atualizada em 19/05/2015 às 11h47min

Delegacias fiscais intensificam combate à sonegação

Do Goiás Agora

As delegacias regionais do Fisco intensificam a fiscalização de mercadorias em trânsito em Goiás. Em Itumbiara, as blitze, realizadas pelo comando volante, apreenderam diversos tipos de mercadorias, entre elas 3,5 toneladas de queijo, 22 cabeças de gado e 4,6 mil peças de confecção. Além de Itumbiara, as delegacias de Rio Verde, Luziânia e Catalão realizaram apreensões de mercadorias diversas com notas inidôneas ou sem nota fiscal; no total foram quase R$ 1 milhão na base de cálculo. Luziânia e Rio Verde focaram no setor agropecuário.

No balanço da operação em Luziânia, entre os dias 12 e 14 deste mês foram apreendidos mais de 200 toneladas de grãos em situação fiscal irregular, a maior parte de soja, e também duas carretas de algodão sem nota. Para o supervisor de Fiscalização do município, Montaigne Mariano de Brito “os desdobramentos da operação, que integra a fiscalização em trânsito com a auditoria, deve gerar mais retorno para o erário no combate à sonegação fiscal”. O valor aproximado da base de cálculo dos produtos recolhidos foi de R$ 400 mil, gerando ICMS a recolher de cerca de R$ 100 mil.

Em Rio verde, os fiscais apreenderam 51,6 quilos de milho em grãos, nos municípios de Montividiu, em blitz no posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). A ação foi realizada pela equipe do comando volante da regional. Nos últimos 75 dias foram autuados pelas equipes da regional mais de 45 produtores rurais.

Já na delegacia de Catalão, de acordo com balanço apresentado pela supervisora de fiscalização Lorena de Rezende, foram apreendidos, nos municípios de Ipameri e Catalão, três carretas carregadas com 109 toneladas de soja em grãos, que transportavam o produto com nota fiscal irregular sob a base de cálculo de R$ 104, 6 mil.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp