20/05/2015 às 07h20min - Atualizada em 20/05/2015 às 07h20min

Policiais ajudam em parto de mulher na GO-060

Contrações ficaram intensas e o ônibus em que mulher viajava parou em um posto policial na GO-060. Mãe e bebê passam bem.

De O Popular

Uma mulher de 20 anos deu à luz a um menino hoje à tarde na entrada do posto rodoviário da Polícia Militar na GO-060, entre Trindade em Goiânia. Alexandria Oliveira de Brito estava em um ônibus com o marido, João Batista Gonçalves Dias, de 23 anos, indo do Setor Maysa, onde moram em Trindade, até o Hospital Materno Infantil (HMI), no Setor Coimbra, em Goiânia, para realizar o parto. 
 
No entanto, a jovem começou a ter contrações mais fortes no caminho e o motorista do ônibus parou no posto rodoviário após, segundo a PM, ter se desentendido com o pai da criança. “A moça estava tendo contrações mais fortes no ônibus e o motorista estava nervoso e apressado, aí decidiram parar aqui no posto”, conta o sargento Ednaldo Gonçalves dos Santos, que no momento estava junto com o sargento Vander e o cabo Santiago.
 
O motorista do ônibus teria parado a 150 metros do posto e deixado o casal lá. Dias correu até o posto, pediu ajuda aos policiais presentes, que o ajudaram a levar a esposa até um dos cômodos da unidade. Ela foi colocada em cima de um colchão, próximo da entrada. “O Samu estava demorando, então ela sentou numa cadeira, mas as contrações estavam muito fortes e a bolsa estourou. Então colocamos ela num colchão e fizemos o parto ali mesmo”, disse o sargento dos Santos.
 
A ambulância do Samu chegou após o parto. Os socorristas fizeram o corte do cordão umbilical e a limpeza do bebê e levaram a família para a Maternidade Nascer Cidadão, no Jardim Curitiba. O parto foi natural, a gestação estava de nove meses e a mãe e o bebê passam bem.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp