09/06/2015 às 11h46min - Atualizada em 09/06/2015 às 11h46min

Polícia prende mais um suspeito de envolvimento no assassinato de idoso em Piranhas

Homem foi preso após Gilnei Teles mudar a versão de depoimento.

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
Saiba mais:

Suspeito de matar idoso em Piranhas é preso em Mato Grosso usando nome falso

Assassinato de Idoso em Piranhas pode ter sido por causa de prêmio de menos de R$200

Polícia trabalha com hipótese de latrocínio após morte de idoso em Piranhas

Após representação por prisão preventiva, realizada pelo delegado Victor Pereira Avelino, foi preso, nesta segunda-feira (8/06), Edson Lopes de Lima, de 31 anos, mais um suspeito de envolvimento no assassinato do pedreiro José Xavier do Rego, de 66 anos. O crime aconteceu na madrugada do dia 5 de fevereiro deste ano, dentro da casa onde a vítima morava. O idoso foi morto com pedradas na cabeça.

O primeiro a ser preso, foi Gilnei Teles Ferreira, de 35 anos, que foi capturado no último dia 1º de março, na cidade de Primavera do Leste (MT). O homem estava trabalhando em uma serralheria, usando um nome falso.

A polícia chegou até Edson Lopes de Lima, após colher um novo depoimento de Gilnei Teles Ferreira, que mudou a primeira versão que havia dado, onde disse que agiu sozinho. Dessa vez, o suposto assassino disse que Edson ajudou na ação.

A polícia trabalha, desde o início, na investigação do crime de latrocínio, pois José Xavier havia ganho um prêmio de cerca R$150 em uma das loterias da Caixa Econômica Federal. Em uma das hipóteses levantadas pelos investigadores, o assassino teria pensado que o prêmio seria maior e entrou na casa durante a madrugada para roubar o valor e, na tentativa, agrediu e matou o idoso.

A reportagem do Tribuna Piranhense falou com o delegado Victor Pereira Avelino, que disse que a polícia ainda não pode dar detalhes sobre a participação de Edson Lopes de Lima no crime, pois ainda não colheu o depoimento do suspeito. “As investigações continuam e, assim que tivermos mais detalhes, poderemos informar a imprensa e a população em geral”, explicou o delegado.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp