29/06/2015 às 16h33min - Atualizada em 29/06/2015 às 16h33min

Aumentam as apreensões de armas e peixes no Araguaia

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense

Fiscais ambientais da Secima realizaram novas apreensões durante o fim de semana. No posto de fiscalização de Bandeirantes, três pessoas tiveram que ser conduzidas à delegacia ao serem flagradas portando armas de fogo. Também foram apreendidos 25 quilos de pirarucu, uma pirarara e 90 quilos de pescado. Cinco tartarugas foram apreendidas ainda vivas, e devolvidas à natureza. As multas somaram R$ 132 mil.

A fiscalização será ainda mais rigorosa a partir desta quarta-feira (1º) quando começa a Operação Araguaia 2015.

A Secretaria das Cidades e do Meio Ambiente (Secima) desenvolveu uma programação voltada para o combate à degradação ambiental e para a conscientização dos turistas e da população ribeirinha. Este ano, a Secima amplia o foco de ação no mês de julho, no combate ao desmatamento ilegal e tráfico de animais, sem deixar de combater a pesca e a caça irregulares.

Equipes de fiscais da Secima estarão nos postos de fiscalização e no rio, com visitas a acampamentos e abordagens a barcos de pescadores. O objetivo é coibir a pesca e a caça predatórias, além do transporte e comercialização ilegal de animais e peixes. Além das funções de monitoramento e fiscalização, as equipes também vão orientar o público sobre práticas sustentáveis, armazenamento dos resíduos sólidos, segurança na navegação e para banhistas, entre outras atividades.

A Secima também realiza a Campanha Araguaia + Limpo em todos os municípios da região. O trabalho consiste em percorrer os acampamentos e realizar a entrega de sacos de lixo onde deverão ser acomodados todo resíduo sólido produzido pelos turistas. Posteriormente, as equipes da Secima e das prefeituras parceiras vão recolher os resíduos e distribuir novos sacos de lixo. Este é o segundo ano consecutivo da Campanha Araguaia + Limpo. Em 2014, mais de 10 toneladas foram recolhidas, separadas e tiveram destino adequado.

Olho no óleo

Em parceria com a Saneago, a Secima vai distribuir coletores de óleo de cozinha em acampamentos e no comércio local, como forma de evitar que milhares de litros de óleo sejam despejados diretamente no rio. Centro de coleta também serão montados nas cidades turísticas. Vale ressaltar que o óleo entregue gera descontos na conta de água do contribuinte.

Um barco vai percorrer o rio com a equipe de educação ambiental da Secima, responsável pela orientação dos turistas quanto à legislação ambiental e quanto às medidas sustentáveis que devem ser mantidas para que o Araguaia continue a ser um dos maiores símbolos da riqueza natural de Goiás. Vale lembrar que a responsabilidade de preservar o meio ambiente é de todos: poder Público e sociedade.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp