05/08/2015 às 19h57min - Atualizada em 05/08/2015 às 19h57min

Médica fala sobre mulheres que optam por bloquear o ciclo menstrual

Dra. Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira - com informações do portal wmulher.com.br
(Foto: Reprodução)

Antes de tudo, vale a pena lembrar que a menstruação é um processo natural do corpo feminino e indica que, naquele mês, a mulher não engravidou. Mas, por mais que seja natural, para algumas mulheres, este pode ser um período muito incômodo. Algumas mulheres realmente precisam ficar sem menstruar, como, por exemplo, as que estão em tratamento para endometriose. Estas e tantas outras situações podem servir de motivo para uma consulta com seu médico para saber quais são as alternativas disponíveis para quem quer se livrar temporariamente da menstruação.

Existem diversos medicamentos que podem provocar a suspensão da menstruação. Os mais utilizados para este fim são os métodos anticoncepcionais que contém somente um tipo de hormônio, a progesterona.  As pílulas anticoncepcionais combinadas, que contém estrogênio e progesterona, também têm sido usadas para suspender ou atrasar a menstruação.

Muitas mulheres “emendam” uma cartela na outra, sem dar intervalos. Apesar de não ser prejudicial á saúde e nem diminuir a eficácia do método, estas mulheres podem ter mais sangramentos de escape, aquele tipo “fora de hora”.

Todos estes métodos são muito seguros e têm vantagens e desvantagens. Entretanto, devem ser sempre utilizados com recomendações médicas.

É importante estar atenta: em geral, ficar sem menstruar não traz riscos para a saúde da mulher e nem para o seu futuro reprodutivo, desde que ela esteja usando algum método que tenha este efeito. Se a mulher não usa nada e fica sem menstruar, é fundamental procurar ajuda médica, pois esta situação não é normal. Ela poderá estar grávida e não saber ou ter algum problema que precisa ser investigado e tratado.

Se a sua opção é não menstruar, procure seu médico e veja a forma mais segura e responsável de optar por essa decisão.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp