20/08/2015 às 22h45min - Atualizada em 20/08/2015 às 22h45min

Comando geral da PM autoriza mais horas extras e efetivo policial deve aumentar em Piranhas

Banco de horas dos policiais militares, que hoje é de 150 horas mensais, deve aumentar à partir de agora.

Jotta Oliveira - Piranhas
Tribuna Piranhense
(Da esquerda para a direita) Juiz Wander Fonseca, coronel Silvio, deputado estadual Virmondes Cruvinel e prefeito André Ariza (Foto: Assessoria)

O prefeito de Piranhas, cidade da Região Oeste de Goiás, André Ariza (PP), acompanhado do juiz Wander Soares Fonseca e do deputado estadual Virmondes Cruvinel (PSD), se reuniu com o comandante geral da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel Silvio Benedito Alves, nesta quinta-feira (20/08), em busca do aumento do efetivo da Polícia Militar (PM) em seu município, dado o aumento da criminalidade registrado nos últimos meses.

Leia mais:

Detentos do regime semiaberto vão usar tornozeleiras eletrônicas em Piranhas

De início, com a liberação de recursos autorizada pelo secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, Joaquim Mesquita, coronel Silvio anunciou que os policiais militares poderão fazer um maior número de horas extras. Segundo ele, a decisão do aumento do banco de horas, que hoje é de 150 horas por policial, é uma saída para aumentar a sensação de segurança em Piranhas, já que serão mais policiais em serviço todos os dias.

“Atualmente, os policiais militares do nosso município trabalham 24 horas e folgam 48. Com a nova determinação do comando geral da PM que aumenta o serviço extra, o período de folga poderá ser reduzido, abrindo a possibilidade de termos mais policiamento nas ruas diariamente. Isso certamente”, explica o prefeito André Ariza.

O uso do banco de horas extras dentro da PM já era uma realidade no governo estadual até o começo deste ano, quando foi suspenso por causa dos ajustes nas contas promovidos pela equipe econômica e, agora, está sendo retomado gradativamente.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp