11/09/2015 às 10h47min - Atualizada em 11/09/2015 às 10h47min

Índices da Dengue caem nas últimas cinco semanas

Do Goiás Agora
(Foto: Reprodução)

Os casos de dengue registrados em Goiás pela Secretaria da Saúde (SES) estão em escala decrescente. O Boletim Semanal da Dengue, referente à Semana Epidemiológica 35 (de 4 de janeiro a 5 de setembro último), mostra que as notificações nas últimas cinco semanas são menores do que as do mesmo período do ano passado. Na Semana Epidemiológica 35 deste ano foram registrados 165 casos. No ano passado, nessa semana, foram 603 notificações.

O coordenador estadual de Controle da Dengue em Goiás, Murilo do Carmo, atribui a diminuição dos casos de dengue nas últimas cinco semanas a uma série de fatores, entre eles, a prevalência do tempo seco e a adoção de políticas públicas pela SES, em especial as supervisões rotineiras e sistemáticas nos municípios; a assessoria e capacitação dos profissionais que atuam na prevenção e tratamento da dengue e o fornecimento de insumos e equipamentos para o combate ao mosquito transmissor nos municípios com maior registro da doença.

Murilo do Carmo alerta a população a continuar adotando condutas simples e rotineiras, porém fundamentais para prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti. “As pessoas devem fazer vistorias regulares em suas residências, em especial nos locais que acumulam água”, acentua. O coordenador ressalta que o inseto transmissor da doença prolifera-se em espaços inusitados, como caixas d´água e ralos de banheiro e que as pessoas devem utilizar ralos com vedação e que as caixas d’ água devem ser higienizadas rotineiramente, a cada seis meses.

Casos da doença
Em 2015, até 5 de setembro, foram registrados 172.773 casos de dengue. O que indica um aumento de 65,97% em relação ao verificado no mesmo período do ano passado. Deste total, 80.320 casos foram confirmados, com a ocorrência de 67 mortes pela doença. Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis são os municípios com maior número de notificações de dengue em Goiás.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp