13/09/2015 às 16h53min - Atualizada em 13/09/2015 às 16h53min

Servidor estadual nascido em setembro deve se recadastrar

Os servidores estaduais  ocupantes de cargos efetivos, comissionados ou temporários e os militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros em atividade que  nasceram no mês de setembro devem fazer a atualização de seu cadastro junto ao Governo de Goiás até o dia 30 próximo. O recadastramento anual é obrigatório e deve ser feito no site da Segplan.

Depois, os servidores devem apresentar os documentos originais solicitados e cópias na Gerência de Gestão de Pessoas ou unidade equivalente de seu órgão de lotação. A atualização do cadastro não se aplica ao pessoal inativo, pensionistas, estagiários, terceirizados (tais como empregados das empresas de vigilância e limpeza contratados por órgãos e entidades estaduais) e pessoal sem vínculo (fiscais de prova, seguranças de concursos, entre outros).

Documentos
Se o servidor fez o recadastramento em 2014, este ano ele deve apresentar original e cópia do RG, CPF e comprovante de endereço. Caso ele tenha alterado alguma informação no recadastramento feito na web, deverá apresentar também a documentação (com cópia) que ateste as informações alteradas no recadastramento 2014.

Se o servidor não fez o recadastramento no ano passado ou ingressou no serviço público este ano, ele deve apresentar documento de identidade, CPF, título de eleitor, carteira de habilitação (se tiver informado no recadastramento), certidão de casamento (ou informação sobre divórcio ou viuvez, caso tenha colocado tal informação no recadastramento), comprovante de endereço e comprovante de escolaridade, todos com cópia.

Alerta
O servidor que não fizer o recadastramento no prazo legal terá o pagamento bloqueado a partir do terceiro mês subsequente ao de seu aniversário, perdurando o bloqueio até que o recadastramento seja feito. No caso do servidor que estiver de licença prevista na lei estatutária, o prazo para o recadastramento corre a partir de seu retorno ao serviço público. As dúvidas devem ser esclarecidas nas unidades de Gestão de Pessoas do órgão ou entidade de lotação.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp