25/11/2015 às 16h48min - Atualizada em 25/11/2015 às 16h48min

Corpo de piranhense encontrado morto na região rural de Amorinópolis tinha marcas de tiros

O corpo de Roberto Nascimento da Silvaoi foi encontrado parcialmente enterrado na região rural de Amorinópolis.

Jotta Oliveira - em Piranhas
Tribuna Piranhense
Corpo de Roberto Nascimento da Silva foi encontrado parcialmente enterrado (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Após a realização de uma necropsia, a Policia Cientifica do Instituto Médico Legal (IML) de Iporá contrariou a versão inicial de esfaqueamento e constatou que Roberto Nascimento da Silva, de 29 anos, pode ter sido morto à tiros, devido projeteis terem sido encontrados no corpo.

Roberto Nascimento da Silva, natural da cidade de Piranhas, foi encontrado morto no último dia 18 de novembro, na zona rural de Amorinópolis, na região oeste de Goiás. O cadáver, que foi reconhecido por familiares na tarde desta terça-feira (24/11), havia sido localizado parcialmente enterrado, por um morador.

De acordo com informações da perita criminal, chefe da Polícia Cientifica Regional, Ercimar Vieira, o homem teria morrido três dias antes de ser achado. A Polícia Civil ainda não tem informações de quem possa ter cometido o crime e nem das possíveis motivações. O que se suspeita agora é que Roberto foi morto com disparos de arma de fogo e que o autor do crime teria arrastado o corpo e tentado ocultá-lo na região rural. No local também estavam alguns objetos que, possivelmente, são do morto.

Ao Tribuna Piranhense, um parente de Roberto Nascimento da Silva, que prefere não se identificar, disse que a vítima saiu de casa em Piranhas relatando que iria trabalhar em uma fazenda. “Ele pegou uma mochila e disse que ia trabalhar. Depois disso não tivemos mais notícias dele. Agora, no início desta semana, ouvimos na rádio que um corpo havia sido encontrado e decidimos ir até o IML de Iporá. Infelizmente é o Roberto”, relata o familiar.

Roberto Nascimento da Silva morou no Setor Sudoeste, em Piranhas, durante boa parte de sua vida e tem um histórico de uso de drogas e de alguns crimes. O velório aconteceu de forma rápida no Cemitério São Miguel, em Piranhas, onde também aconteceu o sepultamento nesta quarta-feira (25/11).


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp