22/01/2016 às 11h41min - Atualizada em 22/01/2016 às 11h41min

Não deixe o cansaço e a preguiça estragarem a vida sexual; Maria Jamile dá dicas de como evitar o problema

Jotta Oliveira - em Piranhas
Tribuna Piranhense
Dra. Maria Jamile (Foto: AP)

Segundo estudos, a fase da paixão dura em média de dois a três anos, depois vem o que se chama de ‘Amor maduro’, fase em que o casal precisa cuidar para que o desejo se mantenha. Se não houver o cuidado, poderá vir à tona a preguiça sexual.

ALGUMAS CAUSAS

- Cansaço

- Filhos pequenos – quando a mãe terá a atenção mais voltada ao bebê

- Menopausa

- Diabetes

- Depressão

- Medicamentos (antidepressivos)

- Questões mal resolvidas no relacionamen

A médica Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira explica que a preguiça de se fazer sexo ou a diminuição significativa do desejo pode trazer problemas para o dia a dia dos casais. Ela explica que, quanto menos sexo se faz, menos vontade terá de se fazer.

– O hábito de fazer sempre da mesma forma, o cansaço, problemas de saúde, questões mal resolvidas entre os companheiros e outros fatores (veja no quadro ao lado), são grandes vilões que poderão levar a rotina e, consequentemente, afetará o relacionamento – explica Jamile.

Maria Jamile dá um alerta aos casais sobre a necessidade de se evitar o desanimo e a preguiça. Para isso, segundo ela, existem algumas mudanças de hábitos que podem ajudar, como: Evitar usar a TV no quarto para não atrapalhar o diálogo, diminuir o acesso as redes sociais – que hoje é um dos fatores que afastam o casal –, aproveitar e separar momentos para estarem a sós para uma boa conversa, para um carinho ou para expressar sentimentos.

– Tanto o homem quanto a mulher, precisam usar a imaginação, para despertar no outro, valores que já serviram de estímulos no início do namoro. O casal precisa separar um tempo para ambos e namorar sempre. Envie mensagens, envie flores, ligue para saber como seu parceiro está, enfim. A atividade sexual regular faz bem para a saúde, traz mais intimidade, desperta a sensação de ser desejado e reafirma o interesse de ambos. Cuidado! Nada de dizer: Hoje não! Vamos deixar para amanhã ou para depois – ressalta a médica Maria Jamile.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp