26/01/2016 às 10h03min - Atualizada em 26/01/2016 às 10h03min

57% dos eleitores goianos ainda não fizeram o recadastramento biométrico

Eleitores que deixaram para a última hora terão de enfrentar filas para registrar suas digitais.

De O Popular
(Foto: Reprodução)

O cidadão goiano que deixou para fazer o recadastramento biométrico na última hora poderá enfrentar filas e perder parte do seu dia em um cartório eleitoral. Isso porque, a exatamente um mês do prazo final para a realização dos recadastramentos, cerca de 700 mil eleitores no Estado ainda não fizeram a atualização biométrica. Um número preocupante para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), já que 57% dos votantes ainda estão pendentes.

De acordo com a coordenadora de supervisão e orientação da Assessoria Especial da Vice-Presidência e Corregedoria do TRE-GO, Juliana Saddi Artiaga, esse resultado é negativo porque, em virtude da procura próxima ao vencimento do prazo, as pessoas se aglomeram para serem atendidas e os cartórios eleitorais do interior ficam superlotados.

“A justiça eleitoral enviou reforços humanos, bem como kits biométricos para as cidades que estavam em situações mais críticas, como Itumbiara, Rio Verde e Jataí. Uma verdadeira força-tarefa”, afirma.

Ainda segundo ela, algumas cidades, como Jataí, estão atendendo cerca de 500 pessoas por dia.

O Tribunal e os cartórios eleitorais estão atuando na divulgação por meio de rádios locais, carros de som e faixas. Com a nova leva de cidades, o TRE estima que aproximadamente 70% dos eleitores terão feito recadastramento até as eleições de outubro.

Prazo

O recadastramento biométrico está disponível desde agosto do ano passado em todos os 98 municípios que terão o recadastramento e muitas cidades ainda estão com pouca procura, mesmo com o prazo final se aproximando.

Para realizar o recadastramento, o eleitor precisa estar com o título de eleitor original, comprovante de endereço original e atualizado e documento de identidade com foto. O TRE estima que, ao todo,1,2 milhão de pessoas devem ser recadastradas.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp