29/02/2016 às 09h06min - Atualizada em 29/02/2016 às 09h06min

Casais podem ter vantagem se fizerem duas declarações de Imposto de Renda

Se um dos membros do casal não tiver renda, então é melhor declaração conjunta.

Do Folhapress
(Foto: Reprodução)

Saiba mais:

Receita começa a receber declarações do IR 2016 nesta terça (1º)

Antes de decidir o que é mais vantajoso para o casal, o ideal é fazer uma simulação considerando as declarações feitas individualmente ou em conjunto, avalia Richard Domingos, diretor tributário da Confirp Consultoria Contábil.

Isso porque a resposta depende de uma série de variáveis, como composição de renda e dependentes.

Se um dos membros do casal não tiver renda, então é melhor declaração conjunta. Isso porque o titular de declaração pode abater, além dos R$ 2.275,08 por dependente legal, as despesas e doações efetuadas do parceiro.

Se ambos tiverem renda, a dica é o cônjuge que ganha mais utilizar os abatimentos legais, enquanto o outro pode recorrer ao desconto simplificado de 20% (limitado a R$ 16.754,34).

A mesma regra vale para famílias com filhos que trabalham. Mesmo que eles ainda possam ser considerados dependentes, se tiverem renda própria costuma ser vantagem não usar essa "dependência" e fazer declarações em separado dos pais.

É importante lembrar que, se no ano anterior a declaração do casal foi apresentada separadamente, não há como importar os dados das declarações individuais para apresentá-la em conjunto no Imposto de Renda de 2016.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp