29/02/2016 às 20h00min - Atualizada em 29/02/2016 às 20h00min

Batalhão Ambiental faz balanço da Operação Piracema em Goiás

Do Goiás Agora
(Foto: Reprodução)

O Comando de Policiamento Ambiental (CPA), também conhecido como Batalhão Ambiental, apresentou, nesta segunda-feira (29/02), o balanço da Operação Piracema 2016.

Também foram apresentados equipamentos e materiais para a prevenção e repressão de crimes contra o meio ambiente em Goiás.  O secretário do Meio Ambiente, Vilmar Rocha, participou a apresentação dos resultados da operação, ao lado do secretário de Segurança Pública e vice-governador, José Eliton, do comandante geral da PMGO, coronel Silvio Benedito Alves, e do comandante do CPA, coronel Sérgio Katayama, entre outras autoridades.

Em seu discurso, o subcomandante do CPA, tenente coronel Freitas explicou que houve um aumento de 40% na apreensão de armas e de 30% na apreensão de pescados. “A Operação Piracema, que foi iniciada em 1º de novembro, resultou na apreensão de 131 armas de fogo; mais de 20 mil metros de rede; 800 quilos de pescado; 18 motosserras; cinco barcos e cinco canoas e 60 tarrafas. Também foram entregues mais de 270 animais ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Setas) ”, disse o tenente coronel Freitas.

Logo em seguida, o secretário de Segurança Pública e vice-governador, José Eliton, parabenizou o trabalho realizado pelo coronel Silvio frente a PMGO e falou sobre a valorização do policial. “Eu vou na defesa de vocês, policiais militares, e enquanto isso vocês vão em defesa da sociedade”, disse. Já o secretário das Cidades, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Infraestrutura e Assuntos Metropolitanos, Vilmar Rocha destacou o trabalho do Batalhão Ambiental dentro da rede de proteção ambiental de Goiás. “Os policiais, muitas vezes, dão apoio às atividades dos fiscais ambientais, oferecendo segurança e a garantia de que o trabalho será feito”, frisou.

Depois, foram entregues materiais e os novos equipamentos do CPA. Com os recursos do Fundo de Direitos Difusos do Ministério da Justiça, foram adquiridos uma carreta para embarcação, três geradores e quatro tendas que serão encaminhadas para a 1ª CIPM – Aruanã. Já com os recursos do convênio com o Ministério da Pesca e Agricultura foram obtidos três motores de popa que serão levados para a 4ª CIPM – Serra da Mesa.

Doações
Na oportunidade, o CPA também entregou donativos que foram arrecadados em parceria com o Instituto de Estudos Socioambientais (Iesa), da Universidade Federal de Goiás (UFG), e que serão entregues na comunidade Kalunga.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp