02/05/2016 às 22h59min - Atualizada em 02/05/2016 às 22h59min

Grupo suspeito de planejar homicídio é preso em Piranhas

Entre os presos estão dois homens adultos e dois menores de idade. Segundo a PM, o grupo estaria, supostamente, planejando matar um morador de uma fazenda da região.

Jotta Oliveira - em Piranhas
Tribuna Piranhense
Homens, acompanhdos de dois menores de idade, foram presos na manhã desta segunda-feira (Foto: Divulgação/Polícia)

A Polícia Militar (PM) capturou quatro indivíduos suspeitos de estarem planejando um homicídio na zona rural de Piranhas, na região oeste de Goiás. Segundo informações do sargento Gilberto César, dois adultos foram presos e dois menores de 16 anos – uma garota e um garoto – foram apreendidos durante a manhã desta segunda-feira (2/05), na GO-188 e, com eles, foi encontrado um revolver calibre 38, com cinco munições intactas, além de uma porção de maconha.

Conforme apurou a nossa reportagem, a busca pelo grupo começou quando o Pelotão da PM de Piranhas foi informado por militares de Mineiros (GO) que indivíduos de alta periculosidade teriam se deslocado para a cidade com o intuito de matar um morador de uma fazenda.

“Ao receber a informação, nossa equipe se deslocou até a GO-188, com o intuito de encontrar os suspeitos. Montamos um bloqueio à cerca de dez quilômetros do perímetro urbano de Piranhas e conseguimos abordar e deter os quatro”, conta o sargento César.

Na operação, foram presos Weberton de Oliveira Sousa, de 18 anos, e Manoel de Oliveira, de 40 anos. Os dois menores foram apreendidos e o Conselho Tutelar foi acionado.

Após as prisões, a polícia de Mineiros informou que os dois maiores de idade tem uma extensa ficha criminal, por vários crimes praticados. Já os dois menores tem um mandado de internação em aberto, pela suposta participação no assassinato de uma mulher grávida que teria denunciado uma boca de fumo de propriedade deles.

Os dois homens e os menores foram ouvidos pela Polícia Civil e estão a disposição da Justiça na Cadeia Pública de Piranhas.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp