10/05/2016 às 10h49min - Atualizada em 10/05/2016 às 10h49min

PM de Mato Grosso prende suspeito de ter participado de roubo de joias em Piranhas

Criminosos deram prejuízo de cerca R$ 100 mil para vendedora de joias. Um senhor de 68 chegou a ser torturado.

Jotta Oliveira - com colaboração do Araguaia Notícia e O+Positivo
Tribuna Piranhense
(Foto: Reprodução/PM)

A Polícia Militar (PM) de Barra do Garças prendeu um dos suspeitos do roubo de joias que aconteceu no último dia 29 de abril, em Piranhas, na região oeste de Goiás. Edson Soares Tobias, de 43 anos, foi localizado após a PM receber uma denúncia de agressão, onde ele foi o acusado. Com o homem, foram encontrados um anel e um terço, ambos de ouro e apontados como sendo de propriedade da vendedora Judite Nolaço Cardoso Ferreira, que teve a casa invadida e o marido torturado.

Na noite do dia 29 de abril, três homens foram até uma residência no Setor Santa Luzia, em Piranhas, e levaram joias e notas promissoras, além de cerca R$ 4 mil em dinheiro. O crime aconteceu por volta das 19h30h e, segundo a PM de Piranhas, dois dos criminosos entraram na casa, enquanto outro ficou de vigia do lado de fora. No momento da ação, a comerciante de joias não estava no imóvel. Os bandidos encontraram somente Termozil Ferreira Leite, de 68 anos, que é marido de Judite.

Os indivíduos torturaram Termozil para que ele revelasse onde estavam os objetos de valor. Mesmo com a vítima dizendo que as joias estavam com a esposa, o grupo continuou com as agressões, até que a mulher chegasse, por volta das 22h.

Quando Judite entrou em sua garagem, notou que toda a casa estava com as luzes apagadas, momento em que um dos meliantes a atacou. Os gritos da mulher assustaram os assaltantes, que pegaram uma bolsa e saíram em um veículo que os esperava do lado de fora. No total, conforme informações da polícia, o prejuízo foi de cerca R$ 100 mil.

Após os criminosos fugirem, Termozil Ferreira foi encontrado ferido e com os pés e mãos amarrados, dentro de um dos cômodos da casa.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp