30/06/2016 às 10h50min - Atualizada em 30/06/2016 às 10h50min

Pré-candidata a prefeita de Piranhas, Dra. Jamile fala em entrevista de rádio e afirma que aliança com PMDB não está descartada

Jotta Oliveira - em Piranhas
Tribuna Piranhense

A Rádio Satélite FM continua com a série de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito de Piranhas, município da região oeste de Goiás. NA última segunda-feira (27/06), o jornalista Jotta Oliveira falou com a médica Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira (PHS), que já havia colocado o seu nome à disposição para o pleito eleitoral de 2016 desde setembro de 2015 (ouça a integra da entrevista acima).

Na entrevista, que durou cerca de 12 minutos, Jamile disse que sempre teve um contato com a política, tendo participado, inclusive, de algumas campanhas eleitorais.

– ...eu sempre fui impulsionada pela política. Já participei, não diretamente, mas indiretamente, de outras campanhas, em outras eleições e o meu nome já foi citado como pré-candidata em outras eleições, mas não tão intenso quanto pra essas eleições de 2016 (sic)... – relatou Maria Jamile.

Dra. Jamile também foi questionado sobre a sua opção por seu atual partido. Segundo a médica, que até então não tinha nenhuma filiação partidária, algumas legendas a procuraram e a sua escolha foi baseada na confiança transmitida pela presidência estadual do PHS, que hoje está com o deputado estadual Jean Carlo.

–...Até então, eu não era filiada em nenhum partido e, a partir de setembro de 2015, eu decidi me filiar ao Partido Humanista da Solidariedade, um partido o qual eu tive a oportunidade de conhecer o deputado estadual Dr. Jean, que hoje ele é o presidente estadual do partido, e por afinidade, e por contato e amizade com ele, nós decidimos aceitar o convite (sic)... – disse Jamile, que ainda agradeceu a iniciativa que outros partidos tiveram em convida-la para se tornar membro.

Maria Jamile contou que as conversações sobre uma possível candidatura a prefeita começaram a ganhar força em 2014, logo após o termino do pleito eleitoral daquele ano.

–...Assim que encerram as eleições, já havia os comentários das pessoas, dos pacientes (sic)... ultimamente, foi ficando mais intensa essa motivação também dos pacientes sobre isso. Pra mim foi uma surpresa, foi quando eu fiquei até emocionada. Eu senti, realmente, que era mesmo a vontade de um grande número de pessoas que eu seguisse com esse projeto (sic)... – disse.

 Em relação ao trabalho de pré-campanha, que foi liberada após a aprovação da mini reforma eleitoral, a pré-candidata do PHS afirmou que estão sendo realizadas várias reuniões com grupos da sociedade.

Quanto as alianças partidárias, Jamile relatou que já conta com, pelo menos, oito partidos aliados que, segundo ela, são os que estão dando sustentação para que o atual projeto político siga em frente.

–...ainda estamos em conversa com outros partidos, pra projetarmos novas alianças, inclusive, estamos abertos a novos diálogos, conversas, pra poder definirmos (sic)... – explicou.

A pré-candidata também foi perguntada sobre o seu vice poder vir do PMDB e confirmou que foi procurada por parte do diretório peemedebista, que apresentou uma proposta.

–...eu fui procurada por umas lideranças do partido [PMDB] há, mais ou menos, uns dois meses atrás e eles oferendo um vice. Mas devido algumas mudanças, inclusive, no estatuto do partido, do diretório regional, isso não aconteceu. Mas ainda estamos dialogando. Não está nada descartado. Mesmo porque, ainda temos tempo pra poder tomar essas decisões. Isso vai depender, nós estamos conversando também com outros partidos, tanto é que não está nada definido em relação a escolha, até mesmo, do vice (sic)... – esclareceu.

Maria Jamile é médica a quase 30 anos e disse que não pretende deixar de exercer a medicina. Conforme sua fala na entrevista, Jamile pretende diminuir a carga horária atual.

  –...É uma profissão que eu gosto. Sou realizada profissionalmente. São quase tinha anos já, de jornada como médica. Eu pretendo sim conciliar, continuar como médica, não com uma carga horária extensa, como eu tenho hoje (sic)...  – disse.

Por fim, a pré-candidata agradeceu o apoio que tem recebido.

–...Eu quero agradecer primeiramente a Deus pela oportunidade de estar fazendo parte desse projeto político, agradecer a minha família, em especial o meu esposo e aos amigos e os pacientes também, que sempre me apoiam. E quero aqui reafirmar o meu compromisso como pré-candidata e candidata sim a partir da data das convenções, e que seguirei em frente nessa caminhada, e continuo contando, e aproveito aqui pra agradecer, o apoio das pessoas que estão incentivando esse projeto (sic)... – finalizou.

O próximo entrevistado pelo Jornal A Voz do Povo será o vereador Nilson Gomes, que é o pré-candidato do PMDB. A entrevista vai ao ar nesta quinta-feira (30/06), a partir das 12h, na Rádio Satélite FM.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp