16/08/2016 às 00h00min - Atualizada em 16/08/2016 às 00h00min

Agetop cancela 11 mil multas por falta de uso do farol em Goiás

Medida vale para registros em rodovias estaduais em período de adaptação. Autuações foram feitas entre os dias 8 e 22 de julho deste ano, em Goiás.

Do G1 Goiás
Motoristas que não usarem farol em rodovias estaduais serão multados (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) transformou 11 mil multas pela falta de uso do farol, registradas em rodovias estaduais, em advertências. O órgão afirmou que os flagrantes foram feitos entre os dias 8 e 22 de julho deste ano. O intervalo foi considerado pela Agetop período de adaptação para os motoristas se habituarem à Lei Federal que detemina uso do farol mesmo durante o dia em rodovias.

A assessoria de imprensa da corporação informou ao G1 por meio de nota que o presidente da Agetop, Jayme Rincón, determinou o cancelamento das multas e pontuações à Junta de Recursos de Infrações e ao Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran- GO).

A Lei foi sancionada no dia 24 de maio deste ano, mas passou a valer no dia 8 de julho para todas as rodovias do país. A medida aplicada pela Agetop não alterou as autuações feitas nas rodovias federais que cortam o estado.

Multas
Cerca de um mês após o início da aplicação da lei, o estado de Goiás lidera o ranking de multas pela infração em todo o Brasil, segundo levantamento das polícias Rodoviária Federal (PRF) e Estadual (PRE). Ao todo, 27.940 motoristas foram autuados nas estradas do estado desde que a ordem começou a vigorar.

A PRF estabeleceu o período entre 8 de julho - início da autuações nas rodovias federais - e 8 de agosto. Neste intervalo, foram 14.683 multas expedidas, o que corresponde a 489 casos por dia, em Goiás.

A PRE delimitou a data entre 23 de julho e 11 de agosto. Isso porque nas rodovias estaduais o período de aplicação da lei foi postergado para que os motoristas se habituassem à norma. Dentro deste espaço de tempo, foram 13.257 multas -  662 a cada 24 horas no estado.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp