05/10/2016 às 15h48min - Atualizada em 05/10/2016 às 15h48min

Portal Tribuna Piranhense "se pinta de rosa" para alertar sobre o câncer de mama

Do Goiás Agora - em Piranhas
Tribuna Piranhense
(Foto: Divulgação)

O mês de outubro é dedicado à conscientização de toda a sociedade sobre as atitudes necessárias para promover a prevenção e a detecção precoce do câncer de mama, tendo também com objetivo alertar as mulheres para conhecerem suas mamas, identificar alterações, bem como incentivar a realização de exames periódicos de mamografia de rastreamento, principalmente na faixa etária de 50 a 69 anos.

E em 2016 o Tribuna Piranhense entrou na campanha e, como no ano passado, decidiu “se pintar de rosa” durante todo o mês de outubro para alertar os internautas sobre a importância da prevenção do câncer de mama, o tipo de tumor maligno mais comum entre as mulheres.

O nome Outubro Rosa remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama estimulando a participação da população, empresas e entidades.

Câncer de mama
O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. A cada quatro novos casos de câncer descobertos, um é de mama.

Ele é relativamente raro antes dos 35 anos. Acima desta idade, sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos.

A prevenção do câncer de mama não é totalmente possível em função da multiplicidade de fatores relacionados ao surgimento da doença e ao fato de vários deles não serem modificáveis.

De modo geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores. Alimentação, controle do peso e atividade física podem reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver o câncer de mama.

Diagnóstico
O diagnóstico precoce é fundamental. Isso porque o câncer de mama metastático pode ocorrer em decorrência da evolução de um câncer de mama detectado e tratado em estágio anterior ou em função do diagnóstico tardio da doença. A realização anual da mamografia para mulheres a partir de 40 anos é importante para que o câncer seja diagnosticado precocemente.

O autoexame é muito importante para que a mulher conheça bem o seu corpo e perceba com facilidade qualquer alteração nas mamas e assim procure rapidamente um médico. Vale lembrar que o autoexame não substitui exames como mamografia, ultrassom, ressonância magnética e biopsia, que podem definir o tipo de câncer e a localização dele.

Tratamento
O câncer de mama tem pelo menos quatro tipos mais comuns e alguns outros mais raros. Por isso, o tratamento não deve ser padrão. Cada tipo de tumor tem um tratamento específico, prescrito pelo médico oncologista. Entre os tratamentos estão a quimioterapia e radioterapia, a terapia alvo e a imunoterapia.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp