30/01/2017 às 10h29min - Atualizada em 30/01/2017 às 10h29min

Vacinação contra febre amarela será intensificada em Baliza e mais 9 municípios de Goiás

com informações do Goiás Agora
Da Redação
(Foto: Reprodução)

Com cobertura vacinal para febre amarela de 94%, a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) intensificará a imunização em dez municípios goianos, em que menos de 60% da população é vacinada. Os municípios são: Baliza, Adelândia, Aruanã, Jussara, Campinaçu, Amaralina, Trindade, Sítio da Abadia, Guarani e Itarumã.

A partir desta segunda-feira (30/01), a SES-GO enviará para as 18 regionais de saúde, a remessa de vacinas relativa ao mês de fevereiro. Serão enviadas 80 mil doses de vacina contra febre amarela. As regionais de saúde repassarão as doses para os municípios que vacinarão os moradores.

A gerente de epidemiologia da SES-GO, Magna Maria de Carvalho, afirmou em coletiva, na última sexta-feira (27/01), que, por causa da excelente cobertura vacinal em Goiás, não é necessário alarde por parte da população, com aos casos registrados em outros estados.

Até o momento, Goiás não confirmou nenhum caso de febre amarela em seu território. “Estamos numa posição confortável em relação a outros estados. Contudo, é preciso lembrar que para estar imunizado é preciso tomar duas vacinas contra a febre amarela, durante toda a vida”, pontuou. Segundo Magna, existem três casos suspeitos de febre amarela registrados em Goiás. Um em Piranhas, de um andarilho de Minas Gerais; outro caso suspeito é de um senhor, em Luziânia; e uma teceria suspeita, em uma gestante de Novo Gama.

“Porém, em nenhum desses casos a doença foi confirmada. A hipótese de ser positivo para febre amarela é pequena, porque todos apresentaram sintomas de outras enfermidades”, afirma Magna. Sobre vacinação, a gerente salientou que cada pessoa que tenha dúvida se foi vacinada ou não, deve buscar um tempo para procurar em casa, o cartão de vacina. “Isso para não ter correria aos postos sem necessidade”, alertou. Entretanto, se a pessoa perdeu o cartão de vacina e não sabe se foi vacinada, deve ir ao posto de Saúde para orientação.

Vacinação
Magna explica que crianças com menos de 5 anos devem tomar a primeira dose da vacina, aos 9 meses de idade, e a outra aos 4 anos de idade. Após essa idade, caso não tenham tomado nenhuma dose, é preciso tomar a primeira e, dez anos depois, repetir a segunda dose. Os bebês podem ser vacinados a partir dos seis meses de idade, quando a criança reside em uma área em que há morte de macacos com suspeita de febre amarela e na área em que há casos de febre amarela silvestre. Mas fora dessa situação, a indicação é a vacinação a partir de nove meses de idade.

Contraindicações
As contraindicações para vacinação contra febre amarela são: hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina e portadores de imunodeficiências; indicação da vacinação também deve ser ponderada entre seis e oito meses; idade ≥ 60 anos; infectados pelo vírus HIV; gestantes; mulheres amamentando crianças menores de seis meses; e transplantados. A vacina assegura 100% de imunização, após o décimo dia de aplicação, sendo necessárias duas doses durante a vida.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp