02/02/2017 às 07h01min - Atualizada em 02/02/2017 às 07h01min

Iporá joga bem, mas Atlético-GO consegue um gol em cobrança de falta e vence

Iporá perde a primeira e reclama de expulsão polêmica no segundo tempo.

com informações do Globoesporte.com
Da redação
(Foto: Cassio Lara/Rio Claro AM)

Com gol de falta do meia Alípio, o Atlético-GO venceu o Iporá por 1 a 0, fora de casa, e conquistou a primeira vitória no Campeonato Goiano. O jogo foi no estádio Ferreirão, nesta quarta-feira (1º/02), em Iporá. Apesar de o dono da casa ter dado muito trabalho, o Dragão foi mais eficiente e conseguiu resultado importante antes do clássico de domingo (5/02), contra o Goiás, no Serra Dourada. O Lobo Guará, por sua vez, lamenta sua primeira derrota na elite do futebol goiano – havia empatado contra o Goianésia, na estreia. Foi também o primeiro jogo do Iporá em sua cidade na Primeira Divisão Goiana.

O árbitro Elmo Resende distribuiu um festival de cartões no segundo tempo. A maior polêmica foi a expulsão do atacante Johnny Dias pelo segundo cartão amarelo. No lance, ele reclamou de pênalti dentro da área do Atlético-GO. Enquanto o Dragão enfrenta o Goiás no próximo domingo, o Iporá receberá a Aparecidense.

Em seu primeiro jogo em casa na elite do futebol goiano, o Iporá mostrou muita vontade. Johnny, com velocidade, criava as melhores oportunidades. Em uma delas, ele cortou Bonfim e chutou com muito perigo. O mesmo Bonfim apareceu para dar o troco na área do Lobo Guará e quase abriu o placar de cabeça depois de cobrança de escanteio de Bruno Pacheco. O gol rubro-negro saiu aos 39 minutos. Alípio cobrou falta com categoria e marcou o primeiro tento do Atlético-GO na temporada: 1 a 0.   

Na etapa final, o atacante Johnny continuou sendo a principal arma do Iporá, porém, foi exatamente ele quem protagonizou o lance mais polêmico da partida. Aos 29 minutos, ele caiu na área e pediu pênalti. O árbitro marcou falta de ataque e expulsou o jogador pelo segundo cartão amarelo. O nervosismo tomou conta do time do Iporá, que recebeu mais cartões por reclamação. Com a bola no pé, Vinícius Leite até balançou as redes, mas o jogo estava parado por marcação de impedimento. O Dragão criou pouco e finalizou mal. Willians, Jorginho e Júnior Viçosa não foram tão perigosos. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp