07/02/2017 às 11h44min - Atualizada em 07/02/2017 às 11h44min

Vila empata sem gols com o Goianésia, mas retoma condição de líder do Grupo A

Clubes fazem jogo movimentado e com várias chances, sobretudo no segundo tempo, mas ficam no empate por 0 a 0; Tigre leva vantagem sobre o Goiás no saldo de gols.

com informações do Gloesporte.com
Da redação
Rápido e ousado, Michael deu trabalho para Wesley Matos e o setor defensivo do Vila (Foto: Cláudio Reis/O Popular)

Embora tenha faltado o principal, que são os gols, Vila Nova e Goianésia fizeram um bom jogo. O duelo foi movimentado e com várias chances para os dois lados, mas terminou 0 a 0, para lamento dos pouco mais de 4 mil pagantes que foram ao estádio Serra Dourada esperando ver os atacantes Wallyson e Nonato balançarem as redes. Principais esperanças ofensivas de sua equipes, ambos passaram em branco na noite desta segunda-feira (6/02) em Goiânia.

Melhor para o Vila Nova, que pelo menos retomou a liderança do Grupo A do Campeonato Goiano. Com o empate na partida que encerrou a 3ª rodada, o Tigre foi a sete pontos e leva vantagem sobre o rival Goiás no saldo de gols. Já o Goianésia empatou pela terceira vez, mas, de acordo com o técnico Jorge Saran, até saiu contente com o resultado. Na próxima rodada, o Tigre visita a Aparecidense, quinta-feira, às 20h30, no Anníbal Batista de Toledo. Segundo colocado do Grupo B com três pontos, o Azulão joga na quarta e recebe o Itumbiara no Valdeir de Oliveira.

Vila Nova e Goianésia fizeram um primeiro tempo aberto e com chances para os dois lados. Mesmo jogando fora de casa, o Azulão do Vale não se intimidou e agrediu o adversário. Rápido e ousado, Michael foi bem e deu trabalho aos zagueiros colorados. O Tigre não teve tanto espaço para atacar, mas Moisés e Wallyson levaram perigo ao gol de Luan.

A etapa final foi eletrizante. O Vila Nova partiu para o ataque e por pouco não abriu o placar logo no início. Hiroshi cobrou escanteio fechado e quase fez um golaço. A resposta do Goianésia veio com Michael, que chegou a balançar as redes, mas já havia impedimento. A partir daí, o Tigre fez uma verdadeira bliz e ameaçou em chutes de Marcos Serrato e Wallyson, que tentou encobrir o goleiro. No entanto, o ímpeto colorado foi diminuindo, principalmente após as saídas de Hiroshi e Moisés, substituídos. Nos acréscimos do confronto, Maguinho ainda teve uma ótima oportunidade, assim como Paulo Renê para os visitantes, mas ambos acabaram desperdiçando.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp