22/03/2017 às 11h43min - Atualizada em 22/03/2017 às 11h43min

Com apoio do meio rural, Prefeitura de Piranhas anuncia reconstrução de ponte sobre o Ribeirão Idaiá

Ponte foi destruída durante uma forte chuva no ano de 2014. A força das águas do Ribeirão Indaiá destruiu a estrutura que, agora, deve começar a ser reconstruída no dia 27 de março, segundo a Prefeitura.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
Anuncio foi feito durante reunião na Associação Indaiá (Foto: Divulgação/DCPP)

Em uma reunião realizada na última segunda-feira (20/03), o Governo Municipal de Piranhas definiu um plano para a reconstrução de uma ponte que caiu à aproximadamente dois anos e meio, na zona rural conhecida como Indaiá. A ponte, que fica sobre o Ribeirão Indaiá, foi destruída pela força das águas durante uma forte chuva no ano de 2014 e, desde então, uma passarela improvisada é usada por quem precisa passar pelo local.

De acordo com a Prefeitura de Piranhas, a obra irá custar cerca de R$100 mil e virá de uma parceria com produtores rurais, Sindicato Rural, Cooperativa Mista do Vale do Rio Piranhas (Comvapi) e empresários locais. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico informou que os trabalhos estão previstos para começarem no próximo dia 27 de março e devem ser concluídos em 60 dias.

Diferentemente da estrutura antiga, a nova será construída à base de concreto. Produtores, Sindicato Rural, Comvapi, empresas ligadas ao agronegócio e outros colaboradores entrarão com um recurso no valor de cerca de R$40 mil, enquanto a administração municipal ficará responsável por custear o valor restante – aproximadamente R$60 mil – e pela mão de obra da construção.

Transtornos e até tragédia

Sem a ponte, uma passarela feita com tábuas serve para passagem de pedestres, ciclistas. De forma arriscada – já que o local não é adequado –, motociclistas também utilizam a improvisação para cruzar o trecho. Veículos de quatro rodas, sejam de passeio ou de transporte de cargas, precisam utilizar um desvio que aumenta a viagem em vários quilômetros.

Em julho do ano passado, um homem morreu após cair da passarela improvisada. Domingos Alves dos Santos, de 41 anos, pilotava uma motocicleta, se desequilibrou e acabou caindo sobre uma pedra no Ribeirão Indaiá. O acidente aconteceu durante a noite do dia 27 de julho de 2016.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp