24/03/2017 às 17h17min - Atualizada em 24/03/2017 às 17h17min

Homem é esfaqueado durante briga em bar na zona rural de Piranhas

Homem bebia com um amigo, quando a confusão começou. Caso foi registrado na madrugada desta sexta-feira (24), no Rancho Recanto Verde, zona rural de Piranhas.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução/Ilustrativa)

Uma briga em um bar localizado na zona rural de Piranhas, na região oeste de Goiás, deixou uma pessoa esfaqueada durante a madrugada desta sexta-feira (24/03). Segundo informações da Polícia Militar (PM), Deusimar Ferreira Costa bebia na companhia de um amigo, no Rancho Recanto Verde, quando Iago Pereira de Souza, Joserlei Moreira, Edvane Antônio e Fleurismar Pereira Silva chegaram e uma discussão seguida de troca de socos e pontapés começou. Em determinado momento, um dos quatro indivíduos pegou uma faca e golpeou Deusimar por duas vezes.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima foi socorrida por pessoas que presenciaram o esfaqueamento. O homem foi levado para o Hospital Municipal de Piranhas, onde recebeu os primeiros atendimentos e, logo depois, devido à gravidade dos ferimentos, foi encaminhado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) – responsável pelo transporte de Deusimar até o Hugol – informou que o paciente apresentava duas perfurações nas costas. Ele [Deusimar] passou por uma cirurgia no início da manhã e, conforme informes da equipe médica que o atendeu, seu estado de saúde é estável e não há risco de morte.

A PM foi acionada pelo vigia do Hospital Municipal de Piranhas, após a chegada de Deusimar Ferreira à unidade de saúde. Uma equipe, composta pelo cabo Adão Alves e pelo subtenente Messias, ouviu a vítima é se deslocou para o Rancho Recanto Verde, onde encontrou dois dos suspeitos visivelmente embriagados e com um comportamento agressivo.

Iago Pereira de Souza, indicado pela vítima como autor das facadas, foi preso por tentativa de homicídio, mas, após investigações preliminares da Polícia Civil, um testemunho de Fleurismar Pereira Silva, que afirma ter presenciado todo o crime, mudou a versão inicial apurada pela PM e Joserlei Moreira passou a ser o principal suspeito do atentado contra a vida de Deusimar.

Joserlei Moreira foi preso por tentativa de homicídio. Iago Pereira de Souza e Edvane Antônio, que são acusados de terem ajudado a imobilizar a vítima e fornecer a faca usada na ação criminosa, também foram presos. Ambos estão na Cadeia Pública de Piranhas.

Fleurismar Pereira Silva nega qualquer participação no ocorrido. Ele foi liberado após prestar depoimento.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp