13/05/2014 às 10h28min - Atualizada em 13/05/2014 às 10h28min

Marconi Perillo amplia vantagem em pesquisa para governador

Por Jotta Oliveira - Do Tribuna Piranhense, em Piranhas
Da Redação

Se as eleições fossem nesta segunda-feira (12/5), o governador Marconi Perillo (PSDB) poderia ser reeleito no primeiro turno, conforme mostra pesquisa do Instituto Fortiori divulgada nesta manhã pelo jornal Diário da Manhã.

Ele soma 41% contra 35% da junção dos demais candidatos em um dos cenários. Em outro, tem o mesmo que a união dos pré-candidatos: 41%

Na estimulada, Perillo aparece com 43% enquanto Vanderlan Cardoso (PSB) e Júnior Friboi (PMDB) aparecem empatados, com 18 e 17% respectivamente. Quando é colocado na disputa o anapolino Antônio Gomide (PT), ele conquista a quarta colocação, com 10% das intenções de voto.

Com a presença do petista, Marconi lidera com 41% e Vanderlan e Friboi caem para, respectivamente, 16% e 15%.

Na espontânea, Marconi Perillo surge bem à frente dos demais, com 17%. Iris Rezende é citado por 6% dos entrevistados. E Vanderlan, Friboi e Gomide aparecem praticamente empatados: 3%, 2%, 2%.

A pesquisa indica crescimento de Marconi Perillo, que na última sondagem do instituto aparecia com 41%. Na pesquisa divulgada em fevereiro, Vanderlan chegou a marcar 22%, contra 18% em novo levantamento o que comprova os rumores de que sua candidatura estaria perdendo intenção de votos.

É o primeiro estudo após a decisão de Iris Rezende (PMDB) se afastar da disputa. Sua retirada da pré-campanha não muda substancialmente o quadro, pois Marconi Perillo liderava também com Iris Rezende no páreo.

O Fortiori, em fevereiro, analisou também a entrada de Gomide. Na ocasião, Perillo estava com 39% das intenções de voto, Vanderlan aparecia com 20% e Friboi marcava 13%. O ex-prefeito de Anápolis, que renunciou ao mandato para tentar ser governador, marcou 9%.

CENÁRIO ATUAL

Se o governador não crescesse mais e a eleição fosse disputada em um possível segundo turno, ele também venceria os adversários. Uma eleição em duas etapas seria mais disputada com Vanderlan ou Friboi.

Marconi venceria o primeiro por 49% a 30%. Com o empresário da carne, a disputa seria de 49% a 29%. E com Gomide, Marconi vence com folga, 51% a 24%.

Os resultados favoráveis ao governador aumentaram na medida em que ele começa a entregar obras pelo estado e realizar ações sociais, caso da entrada em vigor do passe livre estudantil promessa de campanha em 2010.

O caso do passe já é emblemático, pois se trata de ação inédita no país e foi aplicado no calor dos protestos pela qualidade do transporte público. Do ponto de vista político, a ação social reverte votos significativos.

A base aliada ao governador espera ampliar ainda mais a intenção de votos com a entrega do Hugo 2, o Hospital de Urgências da região Noroeste de Goiânia. Milhares de moradores acidentados da região já morreram por conta da falta de um hospital que atenda emergências nas proximidades. Trata-se de reivindicação antiga e a esperança de que o Hugo 2 seja inaugurado pode reverter o comportamento de um tradicional reduto irista de quase 200 mil votos.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp