08/04/2017 às 09h58min - Atualizada em 08/04/2017 às 09h58min

Com participação de promotoras, controle social de Iporá realizará auditoria cívica na área da saúde

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira

O grupo de trabalho do controle social de Iporá reuniu-se nesta terça-feira (4/4) para definir ações que serão desenvolvidas para a melhoria da saúde pública do município, tema eleito como prioritário pelo grupo. Dentre elas, ficou definido que será realizada auditoria cívica na farmácia básica do município, visando verificar seu efetivo funcionamento. Além disso, serão requisitas informações sobre o não funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, tendo em vista que a estrutura física da obra está praticamente finalizada há cerca de 5 anos.

A promotora Margarida Bittencourt da Silva Liones, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Iporá, destacou a importância de delimitação do tema de atuação do grupo, para uma solução mais eficiente dos problemas encontrados. Para tanto, foi definido um roteiro de atividades, com o agendamento das tarefas a serem desenvolvidas e a data para conclusão.

O grupo de trabalho, que conta com o apoio das integrantes da Coordenadoria de Apoio à Atuação Extrajudicial (Caej) do MP-GO, Cristiane Bastos Galvão e Maria José Ferreira Soares, passa agora ser composto também por membros do Conselho Municipal da Saúde.

O grupo
Formado após a Semana de Fortalecimento do Controle Social, realizada pelo Ministério Público de Goiás em agosto de 2014, o grupo atuou inicialmente na fiscalização de licitações e contratos. Durante este período recebeu capacitação contábil para o aprimoramento da atuação.

 

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp