18/04/2017 às 23h12min - Atualizada em 18/04/2017 às 23h12min

Começa vacinação contra gripe para grupos de risco em Piranhas; veja locais e cronograma

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)

Começou na última segunda-feira (17/04) a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza e Piranhas conta com 4 locais de imunização. As doses serão aplicadas dentro de um cronograma para os grupos considerados prioritários. As doses da vacina são destinadas a pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses de idade até quatro anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, indígenas, grávidas, puérperas - mulheres até 45 dias após o parto - , portadores de doenças crônicas mediante prescrição médica, detentos, adolescentes e jovens internados em medidas socioeducativas, além de funcionários do sistema prisional.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Piranhas, a vacinação foi dividida em um cronograma em grupos, Segundo o órgão, o objetivo é otimizar o atendimento e evitar filas.

A vacinação está acontecendo das 8h às 11h e das 13h às 16h30 nas 4 postos do programa Estratégia Saúde da Família (ESF). Os primeiros a receberem as doses são os trabalhadores e profissionais da saúde, que serão imunizados entre os dias 17 e 20 de abril, apresentando documento que comprove vínculo ou categoria profissional. No Dia “D” da vacinação contra a Influenza, em 13 de maio, todas as pessoas dos grupos de risco poderão procurar um dos postos para se imunizar.

 

Pontos de vacinação

ESF 1 – Setor Santa Luzia

ESF 2 – Setor Sudoeste

ESF 3 – Centro

ESF 4 – Setor Sul

 

Cronograma de aplicação da vacina:

17 a 20 de abril – trabalhadores da saúde

24 a 28 de abril – idosos

2 a 5 de maio – grávidas, puérperas e crianças

8 a 12 de maio – portadores de doenças crônicas

13 de maio – Dia "D": todos os grupos

15 a 19 de maio – professores

22 a 26 de maio – todos os grupos

 

Vacina

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS): A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Conforme dados do Ministério da Saúde, a vacina contra gripe reduz as complicações dos casos graves da doença. Além disto, de acordo com o órgão, a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de pessoas internadas com pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações em virtude da influenza.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp