15/05/2017 às 16h15min - Atualizada em 15/05/2017 às 16h15min

Secretaria de Saúde registra baixa procura por vacina contra a gripe em Piranhas

Até esta segunda-feira (15), menos da metade das pessoas que estão no grupo prioritário foram imunizadas. Campanha segue até o dia 26 de maio.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)

A procura por doses das vacinas contra a gripe está baixa em Piranhas, na região oeste de Goiás. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, do total dos grupos prioritários, somente 44,75% das pessoas foram imunizadas até agora, O grupo com o menor índice de vacinação é o das crianças com idade entre seis meses e cinco anos, onde a meta é 564 e somente 205 foram vacinadas, pouco mais que 36%.

Além das crianças, também podem se vacinar: idosos com 60 anos ou mais; professores; gestantes; puérperas – mulheres até 45 dias após o parto; indígenas; trabalhadores da saúde; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A adesão à vacinação por parte dos trabalhadores da saúde de Piranhas também está baixa. Até o momento, 72 dos 197 profissionais foram imunizados, o que corresponde a 36,55%.

Piranhas tem 102 gestantes sendo acompanhadas pelo SUS e, delas, 52 receberam a dose da vacina contra a gripe (50,98%). Das 17 puérperas cadastradas, 9 já se vacinaram (52,94%).

1.645 idosos piranhenses são aguardados nos postos de saúde para serem imunizados e, faltando 11 dias para o fim da campanha, apenas 48,15% (792) foram vacinados. 

A Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza, o vírus da gripe, começou no dia 17 de abril e termina dia 26 de maio e a meta do Ministério da Saúde é imunizar pelo menos 90% dos grupos, que corresponde, em Piranhas, a 2.525 pessoas.

O Dia "D'' da campanha da vacinação aconteceu no último sábado (13/05) em Piranhas, mas, segundo dados preliminares da Secretaria de Saúde, frustrou as expectativas e pouco mais de 200 pessoas compareceram aos quatro postos do programa Estratégia Saúde da Família (ESF).


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp