17/05/2017 às 11h20min - Atualizada em 17/05/2017 às 11h20min

Vacinação contra a febre aftosa em Goiás vai até o dia 31 de maio

com informações do Goiás Agora
Da redação
(Foto: Reprodução)

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) deu início, no dia 1 de maio, à 1ª etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. A campanha vai até o dia 31 de maio e, durante este período, devem ser vacinados todos os animais bovinos e bubalinos existentes em propriedades rurais do Estado de Goiás. Também devem ser imunizados contra a raiva todos os animais herbívoros, incluindo equídeos e caprídeos, de todas as idades, dos 121 municípios considerados de alto risco, cuja lista pode ser encontrada no site da Agrodefesa.

Na oportunidade da declaração de vacinação da aftosa, o produtor deve fazer apresentar atestado semestral da vacinação contra brucelose do total de fêmeas de bovinos e bubalinos até 8 meses de idade, também até 31 de maio.

De acordo com a Gerência de Sanidade Animal da Agrodefesa, nessa etapa devem ser vacinados mais de 22 milhões de bovídeos. A Declaração de Vacinação deve ser encaminhada para a Agrodefesa até o 5º dia útil após o fim da campanha, o que pode ser feito online, no site da Agência, ou mediante formulário impresso.

O pecuarista que não imunizar seus animais, além da multa compulsória e bloqueio da propriedade, terá que fazer a vacinação assistida por fiscais da Agrodefesa. A autuação será de R$ 7.00 por animal, ou R$ 14,00 em caso de reincidência. A aquisição das vacinas pelo produtor, obrigatoriamente, deve estar acobertada por Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), emitida no ato de retirada do medicamento.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp