22/06/2017 às 15h25min - Atualizada em 22/06/2017 às 15h25min

Homem é preso por tráfico de drogas em Piranhas

Investigado há dois meses, suspeito de 33 anos é apontado como um dos principais distribuidores de entorpecentes em Piranhas. Veículo foi apreendido.

Tribuna Piranhense - com colaboração de Juliana Oliveira
Jotta Oliveira
(Foto: Divulgação)

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, prendeu, no início da manhã desta quinta-feira (22/06), Lismar Helriguel de Sousa, de 33 anos, por suspeita da prática do crime de tráfico de drogas. A prisão aconteceu no Setor Aeroporto, em Piranhas, na região oeste de Goiás, durante uma etapa da operação Pacto Integrador, que ocorre em cidades goianas que estão próximas a divisas com outros Estados. 22 policiais, entre civis e militares, participaram da ação que teve início por volta das 6h da manhã e também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em vários endereços. Os atos foram autorizados pelo juiz Daniel Maciel Martins Fernandes, da comarca de Piranhas.

De acordo com a Polícia Civil, o objetivo da operação é coibir o tráfico de entorpecentes e o furto e interceptação de objetos. Ainda conforme a polícia, durante as investigações – que duraram cerca de 2 meses –, foram feitos levantamentos de diversas informações que identificaram Lismar Helriguel de Sousa como sendo um dos principais distribuidores de drogas com atuação em Piranhas.

A reportagem do Tribuna Piranhense conversou com o policial civil Maurício Gomes Nunes, que disse que a Operação Pacto Integrador começou investigando usuários de entorpecentes suspeitos de praticarem crimes. “Nas investigações, foi identificado que usuários de drogas estariam realizando furtos em residências e trocando os objetos furtados por entorpecentes. Durante mais de 2 meses, foram feitos levantamentos de informações e a gente conseguiu identificar alguns traficantes. Prendemos um, mas, infelizmente, outro, que também era alvo, não foi localizado”, relata Maurício.

Entre os itens apreendidos na operação, está um veículo de Lismar, que, de acordo com a autoridade policial, pode ter sido usado em delitos. Não foi encontrado nenhum tipo de entorpecente.

Lismar Helriguel de Sousa foi preso temporariamente por até 30 dias. Ele foi ouvido na Delegacia de Polícia Civil e, logo após, encaminhado para a Cadeia Pública de Piranhas.

A polícia não divulgou a identidade do outro suposto traficante que também tem prisão temporária decretada pela Justiça.

A operação Pacto Integrador foi coordenada em Piranhas pelo delegado chefe da 7ª Delegacia Regional de Polícia, Ronaldo Pinto Leite, e pelo delegado responsável pela Delegacia de Polícia de Piranhas, Ramon Queiroz.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp