21/05/2014 às 10h06min - Atualizada em 21/05/2014 às 10h06min

Mutirão de documentação do INCRA em parceria com a Prefeitura de Piranhas realiza mais 2 mil atendimentos

Por Jotta Oliveira - Do Tribuna Piranhense, em Piranhas
Da Redação

A cidade de Piranhas recebeu, no domingo (18/05) e na segunda-feira (19/05), o Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR). A ação, promovida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e executado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), ofereceu, gratuitamente, a retirada de documentos para a população urbana e rural do município. Os atendimentos aconteceram no Centro de Comercialização (Antiga Feira Coberta) e contou com o apoio da Prefeitura de Piranhas, através da Secretaria Municipal de Agricultura.

No mutirão foram confeccionadas 202 Carteiras de Identidade (RG), 148 CPF, 107 Carteiras de Trabalho, 112 Declarações de Aptidão ao PRONAF e 123 carteiras de Pescador. Além dos documentos, ainda foram tiradas 486 fotos e 577 copias de forma gratuita.   

Os participantes do mutirão também puderam ter acesso a informações do INSS (108 atendimentos) e da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) (248 atendimentos). A Secretaria Municipal de Assistência Social também esteve presente no evento e realizou 87 cadastros no Cad Único, que dá acessos aos programas sociais do Governo Federal. A prioridade nos atendimentos foi dada às mulheres, como parte das ações do Programa de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (Ppigre/MDA), mas homens e crianças também foram beneficiados.

Em Piranhas, as ações foram desenvolvidas em parceria com instituições como: Polícia Civil; INSS; Receita Federal; Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca da Presidência da República; Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE); Defensoria Pública do Estado; Ibama e outras. Contou, ainda, com a participação de associações, sindicatos e movimentos de trabalhadores rurais do município de Piranhas.

Segundo Edna Ferreira, que esteve à frente da organização do mutirão, a iniciativa quer dar às mulheres do campo, e aos demais cidadãos, acesso a documentos que, por muitas vezes, os mesmos não tem condições financeiras para adquirir. “Além de ser tudo gratuito, incluindo fotos e copias de documentos, concentrar todos estes serviços em um só lugar, facilita muito para o trabalhador rural, que fica ocupado com os afazeres do campo e nem sempre tem tempo de vir a cidade resolver tais questões. Ficamos felizes por estender os atendimentos também aos moradores do perímetro urbano de Piranhas. O mutirão foi um sucesso e superou nossas expectativas”, explicou.

O prefeito de Piranhas, André Ariza (PP), foi um dos incentivadores do evento que, segundo ele, trouxe mais dignidade para várias mulheres do campo que não tinham, em alguns casos, poucos ou, até mesmo, nenhum documento. “Com os afazeres do dia-a-dia no campo, muitas mulheres e homens do campo acabam desconhecendo muitos de seus direitos. Pude ver aqui pessoas que nem sabiam que tinham direito a aposentadoria e estavam perdendo o beneficio há vários anos, dentre outros que não tinham nem mesmo a carteira de identidade. Posso falar, sem medo de errar, que toda a equipe da Prefeitura, que participou do mutirão, está se sentido feliz e realizada por ver tanta gente saindo daqui documentada, com uma aposentadoria que vai ajudar na renda familiar, dentre outras coisas”, completou.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp