22/09/2017 às 10h01min - Atualizada em 22/09/2017 às 10h01min

Polícia prende mulheres em Iporá por tráfico e apreende mais de 8 kg de entorpecentes

Esta é considera a maior apreensão de drogas da história de Iporá. Suspeita é que mulheres eram comandadas pelos maridos nas práticas criminosas.

Tribuna Piranhense - com informações do Oeste Goiano
Jotta Oliveira
Kátia de Sousa Pereira, uma das presas em uma das ações da polícia, agia sob o comando do marido que está preso (Foto: Divulgação)

O Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) de Iporá prendeu, nesta quinta-feira (21/09), Kátia de Sousa Pereira, que foi flagrada com 8 quilos de entorpecentes. Segundo o jornal Oeste Goiano, com a mulher, foram encontradas barras de uma substancia amarela no quintal da mulher, que, aparentemente, é crack.

Kátia é esposa de Júlio César Martins que, mesmo preso, estaria comandando o tráfico de drogas em Iporá, com distribuição para outros traficantes locais através dela. Segundo a polícia, Kátia já estava sendo monitorada e, há algum tempo, já se suspeitava da relação criminosa entre ela e o marido e o que se esperava era o momento certo para pegá-los em flagrante.

Na ocasião da prisão, o GPT fazia patrulhamento no Setor Carajás, local onde mora a suspeita. De acordo com os policiais que realizaram a prisão, ao perceber a patrulha, a mulher “agiu de forma estranha” e foi abordada. Dentro de seu veículo, um Ford Fiesta Sedan, os militares encontraram as drogas e dinheiro. Em seguida, se dirigiram para a casa de Kátia, onde encontraram mais entorpecentes em um armário e até dentro de uma geladeira. Também foram encontrados um caderno de anotações referentes ao tráfico e comprovantes de depósitos em dinheiro.

Na vistoria do imóvel, ao vasculharem o quintal da casa, os policiais suspeitaram de uma parte do terreno que estava remexido, escavaram, e foram surpreendidos com munições de arma de fogo e mais drogas armazenadas em galões.

Diante de todas as evidências de tráfico, Kátia de Sousa Pereira foi presa em flagrante e encaminhada para o Presídio de Iporá. Além das drogas e munições, também foram apreendidos R$ 27 mil em dinheiro que, possivelmente, é resultado das práticas criminosas.

Outra mulher foi presa

Também nesta quinta-feira (21/09), uma segunda mulher foi presa em flagrante por tráfico de drogas em Iporá. Se trata de Alcimar Moreira de Moraes, que foi vista por policiais no Setor Jardim Arco Íris, em frente à sua residência, no momento em que entregava entorpecente para um usuário. Além disso, dentro da casa, foram encontradas 16 porções de crack e 2 porções de maconha. Ela alegou que a droga era do seu marido que reside na região do Mata Burro Vermelho, em Palestina de Goiás, mas foi presa.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp