02/10/2017 às 07h04min - Atualizada em 02/10/2017 às 07h04min

Emissão da CNH digital é adiada para outubro, em Goiás

Empresa pública responsável pelo processo diz que alguns estados não concluíram as adaptações no sistema. Detran de Goiás informou que já está preparado para a implantação.

Do G1 Goiás
Emissão da CNH digital foi adiada por falta de adaptação nos sistemas dos Detrans estaduais (Foto: Reprodução / Jornal Hoje)

A emissão da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), prevista para começar neste sábado (30/09), em Goiás, foi adiada. Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública responsável pela implantação do projeto, alguns estados ainda não concluíram as adaptações necessárias dos sistemas e foi necessário alterar o lançamento do aplicativo. O Departamento de Trânsito de Goiás (Detran-GO) afirma que no estado, todos os preparativos já foram feitos.

Goiás será o pioneiro para esse projeto. O documento virtual terá a mesma validade do impresso e poderá ser acessada por um aplicativo para smartphones. Em nota, o Serpro explicou que todo o cronograma de responsabilidade do órgão de no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) foram cumpridos.

No momento eles, “aguardam a adequação dos sistemas internos dos Detrans estaduais para que a implantação da CNH-e não provoque indisponibilidade nas operações de emissão das carteiras de habilitação impressas”. A previsão é que a emissão comece na primeira quinzena de outubro.

“Em Goiás está tudo pronto, mas nem todos os outros estados conseguiram fazer a integração a tempo. E o Serpro vai fazer a mudança do sistema de uma vez, com todos dos Detrans ao mesmo tempo. Mas estamos prontos e queremos ser os primeiros a implantar esse sistema, talvez mesmo se os outros estados ainda não estiverem preparados”, disse o Gerente de Habilitação do Detran, Rodrigo Rezende.

Quem tem direito

Para ter a carteira de motorista digital, o condutor precisará solicitar qualquer tipo de alteração que exija uma nova CNH, como o fim da validade, alteração de dados e autorização para atividade remunerada. A versão eletrônica não terá custo

Para que ela seja acessada pelos celulares, o primeiro passo é ir a uma agência do Vapt Vupt para cadastrar o e-mail. Depois, o Denatran enviará pelo endereço do correio eletrônico um código para o usuário acessar a CNH digital no aplicativo. No primeiro acesso, será gerado um PIN (código de segurança) para poder visualizar o documento.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp