17/10/2017 às 23h59min - Atualizada em 17/10/2017 às 23h59min

Goiás na Frente será ampliado e levará mais recursos para programas sociais

Meta do Governo de Goiás e passar a atender cinco mil jovens no Jovem Cidadão e adicionar cerca de 30 mil novas famílias no Renda Cidadã. ONGs, OSCIPs e outras instituições também serão beneficiadas.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira

Com promessa de investimento de cerca de R$50 milhões, o Governo de Goiás lançará, na próxima quinta-feira (19/10), o programa Goiás na Frente 3º Setor – Social. Um evento está marcado para acontecer no Colégio da Polícia Militar de Goiás, na Rua JC 10, no Jardim Curitiba 1, em Goiânia, a partir das 9h da manhã (clique aqui e veja o convite).

O Tribuna Piranhense conversou com um membro do alto escalão do Governo, que confirmou o lançamento e disse que programas como o Jovem Cidadão e o Renda Cidadã, por exemplo, serão ampliados com um maior aporte de recursos.

“A meta do Governo é chegar a cinco mil jovens atendidos pelo programa Jovem Cidadão. Outra boa notícia, que virá junto com o lançamento desta nova modalidade do Goiás na Frente, será a ampliação do Renda Cidadã, que passará das atuais 70 mil famílias beneficiadas para 100 mil”, disse.

O Renda Cidadã não terá somente aumento no número de beneficiados, conforme revelou a fonte. “Além disso, o valor mínimo que, atualmente, é de R$80, será aumentado para R$100”, relatou.

O Goiás na Frente 3º Setor – Social também atuará junto às Organizações Não Governamentais (ONGs), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) e outras instituições, transferindo recursos para manutenção e ampliação de suas estruturas com valores que podem chegar a R$20 mil. Inclusive, o vice-governador Zé Eliton (PSDB) tem se reunido com diversas organizações nas ultimas semanas para ouvir as demandas e adequar o novo projeto.

Em outubro, Marconi Perillo e Zé Eliton iniciaram a segunda fase do Goiás na Frente. A primeira, de assinatura de convênios, foi concluída no início deste mês. Para os chefes do Executivo Estadual, a hora é de ampliação no programa, focando agora, além da área social, no investimento em habitação, segurança, educação e infraestrutura.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp