20/10/2017 às 18h02min - Atualizada em 20/10/2017 às 18h02min

Homem é preso em Piranhas por adulterar medidor de água

Uma agulha era usada para travar o ponteiro do medidor. Prisão aconteceu nesta sexta-feira (20).

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
Homem usava uma agulha para travar medidor (Foto: Jotta Oliveira/Tribuna Piranhense)

Fabrício Barbosa Gonsalves foi preso em flagrante nesta sexta-feira (20/10) por adulterar o medidor de água de sua residência localizada na Rua Jânio Quadros, no Setor Serra Azul, em Piranhas. Segundo Ivon Carlos Barbosa Magalhães, funcionário da Saneago que descobriu a fraude conhecida popularmente como "gato", a ação criminosa estava sendo realizada há algum tempo e o autor já estava sendo monitorado pela empresa.

“Ele estava usando uma agulha para travar o ponteiro do medidor enquanto enchia a piscina de sua casa. Eu já suspeitava que isso estava acontecendo no endereço dele, mas nunca havia flagrado o momento exato. Desta vez, fui até o local e vi a fraude”, relata Ivon.

O funcionário da Saneago ligou para Fabrício e disse que havia descoberto o ato fraudulento. De início, o homem disse que não estava em casa, mas, quando Ivon Carlos avisou que iria chamar a polícia, ele saiu para fora. “A Saneago determina que, em casos como este, a polícia seja acionada e foi o que fiz”, explicou.

Ivon Carlos Barbosa Magalhães, que ocupa o cargo de gerente do escritório da Saneago em Piranhas, afirmou que esta não foi a primeira vez que encontra uma situação como esta. “Infelizmente algumas pessoas sempre querem levar vantagem e partem para o crime, tentando enganar a empresa. O pior é que existem outros casos que ainda podem aparecer, pois este tipo de atitude é cada vez mais comum. Mas estamos de olho e que esta prisão sirva de alerta. Fraudar medidor de água não dá só multa: dá cadeia”, enfatiza.

Após ser preso, Fabrício Barbosa Gonsalves foi levado para a Delegacia de Polícia de Piranhas, onde está sendo ouvido. Ele deverá ser autuado pelo crime de estelionato, que tem pena prevista de 1 a 5 anos de reclusão e multa. O suspeito ficará preso na Cadeia Pública de Piranhas à disposição da Justiça.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp