21/10/2017 às 08h13min - Atualizada em 21/10/2017 às 08h13min

Com baixo nível do Córrego Água Limpa, Saneago passa a captar água do Rio Piranhas para suprir demanda

Empresa afirma que população não atendeu apelo para reduzir consumo e, com a continuação da estiagem, a situação permanece crítica.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
Saneago instalou uma bomba para retirar água do Rio Piranhas (Foto: Divulgação/Saneago)

A estiagem dos últimos meses baixou drasticamente o nível do Córrego Água Limpa e fez com que a Saneago emitisse um sinal de alerta para os moradores de Piranhas sobre um possível racionamento. A empresa se pronunciou através de uma nota na última terça-feira (17/10), quando pediu que seus clientes fizessem uso consciente da água para contribuir com a estabilidade do sistema de fornecimento. Mas a medida parece não ter sido o suficiente.

A companhia informou, nesta sexta-feira (20/10), que o consumo não reduziu. A situação é considerada crítica, pois está sendo captado 51% do que era retirado antes para abastecer a população.

Até o momento, não houve falta de água na cidade e, para evitar que isso ocorra, foi instalada uma bomba no Rio Piranhas, que fica próximo à atual área de captação, para levar mais água para as redes de tratamento. Segundo o escritório local da Saneago, a medida está mantendo o fornecimento normal, mas ainda “é preciso fazer um uso racional das reservas residências”.

As chuvas do final do mês de setembro ajudaram um pouco na recuperação do volume de água do Água Limpa, mas não foi o suficiente. A estiagem permanece e, aliada ao forte calor que aumenta o consumo, o nível de água voltou a cair. Fotos do local onde a Saneago realiza a capitação em Piranhas (veja abaixo), feitas nos dias 12 e 16 de outubro, mostram a redução no volume de água no período de quatro dias.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp