07/12/2017 às 10h31min - Atualizada em 07/12/2017 às 10h31min

Morre o médico Primo Deliberali, vereador em Piranhas de 2009 à 2012

Doutor Primo, como era conhecido, lutava contra um câncer e o quadro se agravou na última segunda-feira (4). Corpo está sendo velado em Barra do Garças.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira

Faleceu, na madrugada desta quinta-feira (7/12), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto Socorro de Barra Garças (MT), o médico e ex-vereador do município de Piranhas, Primo Deliberali. De acordo com informações do portal de notícias Araguaia Notícia, Primo, que tinha 68 anos, estava lutando contra um câncer na pleura há cerca um ano e meio e, na última segunda-feira (4/12), seu estado de saúde piorou.

Conhecido popularmente como Doutor Primo, o médico nasceu em Arroio do Meio (RS) em 25 de maio de 1949. Ele exerceu a medicina em Piranhas por vários anos, tendo sido proprietário de um dos hospitais particulares do município.

Primo foi candidato a prefeito em Piranhas pelo PMDB no ano de 2004, quando foi vencido nas urnas por Eurides Naves. Foi uma disputa acirrada e a diferença foi de 410 votos - 3.860 para Eurides e 3.450 para Primo.

Em 2008, Primo Deliberali disputou uma cadeira na Câmara Municipal de Piranhas também pelo PMDB, foi eleito com 215 votos e exerceu o mandato de 2009 à 2012. Já pelo PSD, tentou reeleição em 2012, mas não teve sucesso e ficou como suplente após ter obtido o voto de 153 eleitores.

Nos últimos anos, Primo Deliberali atuava como médico legista do Instituto Médico Legal (IML) de Barra do Garças e atendia em clínicas e hospitais na região.

O velório está sendo realizado na Casa de Velório de Barra do Garças.

O Câncer

Doutor Primo tinha um tumor maligno na pleura, que é uma membrana que envolve os pulmões, o mediastino e a parede interna do tórax. No caso do ex-vereador, o câncer já apresentava metástases, ou seja, tumores oriundos de outras regiões do corpo e que se implantam em seus pulmões.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp