07/02/2018 às 15h36min - Atualizada em 07/02/2018 às 15h36min

Associação de Combate ao Câncer em Piranhas é fundada em assembleia e já tem diretoria empossada

O Estatuto Social da ACCP foi aprovado durante assembleia realizada no auditório do Sindicato Rural de Piranhas. Janete Ribeiro foi eleita presidente da entidade em votação com chapa única.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira

Uma assembleia, realizada na noite desta terça-feira (6/02), fundou a Associação de Combate ao Câncer em Piranhas (ACCP). No ato, que ocorreu no auditório do Sindicato Rural de Piranhas (SRP) (veja fotos abaixo) e contou com a presença de dezenas de pessoas, também foi aprovado o Estatuto Social da entidade e uma diretoria foi eleita e empossada para um mandato que durará pelos próximos 3 anos.

A professora aposentada Janete Ribeiro dos Santos, que luta contra o Câncer há mais de 8 anos, foi a idealizadora do projeto da Associação e será a sua primeira presidente. “Neste momento, sinto uma felicidade muito grande. Conseguimos essa vitória. Nossa associação quer executar um trabalho sem fins lucrativos e sem cunho político-partidário. O objetivo será oferecer serviços assistenciais aos pacientes com Câncer em Piranhas, através da ajuda do poder público, de empresários, de comerciantes, de entidades de classe e da comunidade em geral”, disse Janete, emocionada, após a posse da primeira diretoria da ACCP.

Outra que faz parte da diretoria da ACCP é a médica Maria Jamile Ribeiro Duarte Nogueira, que, mesmo atuando na área da Saúde em vários municípios, participará das ações da entidade no comando da Diretoria Técnica. “Deus tocou em meu coração para fazer este trabalho voluntário. É um prazer participar deste projeto tão bonito. Decidi apoiar a causa por saber de sua importância. O diagnóstico precoce do Câncer é a melhor forma para chegar à cura e, por meio do trabalho da Associação, as pessoas poderão ficar mais atentas aos sintomas e sinais da doença. Meu trabalho como médica está à disposição para o que for preciso no atendimento dos pacientes e famílias que serão assistidas pela ACCP”, ressaltou Jamile.

O presidente da Câmara Municipal de Piranhas, vereador Uerlei Neves (Progressistas), foi escolhido para ocupar o cargo de vice-tesoureiro da ACCP. “É uma honra estar diretor nesta entidade. O Poder Legislativo estará à disposição da Associação, que, creio eu, dará um apoio importantíssimo para os pacientes que lutam contra esta terrível doença. Tenho a certeza de que esta ideia vai trazer reflexos muito positivos para a sociedade e eu, como presidente da Câmara e como cidadão, farei o máximo possível para colaborar”, destacou.

Os demais membros da ACCP são os seguintes: vice-presidente - Eliene Alves e Silva; secretária - Magna Francisca Santos; vice-secretária - Neuza Aparecida Porto Ferreira; tesoureira - Verônica Lamounier; diretora assistencial - Mércia Carvalho; vice-diretora assistencial - Nilva M. Vilela; diretora social - Luciana Andrade Meneses; vice-diretora social - Carita Maria L. Vilela; vice-diretor técnico – o médico Sebastião Ribeiro Sobrinho. Os suplentes são: Lúcia Portilho, Nilson Ribeiro Leite e Edson Duarte.

Já o Conselho Fiscal tem Adalberto Claudio Pereira, Gercileide Maria e Neuclecy Brás como membros.

O contador Cleomar Vieira Santos, de forma voluntária, está sendo o responsável por cuidar de toda a documentação para a legalização da Associação de Combate ao Câncer em Piranhas e presidiu a assembleia de fundação. Segundo ele, a entidade filantrópica agora “está constituída de fato”.

“Vamos partir para os procedimentos para obter o CNPJ, registro do Estatuto, publicação no Diário Oficial do Estado de Goiás e outras questões legais”, explicou Cleomar.

Parceria com o Poder Executivo viabiliza sede

O prefeito Eric Silveira (Progressistas) participou da assembleia de criação da ACCP e entregou as chaves de uma sala do Centro de Atendimento ao Cidadão (antigo prédio da Prefeitura), que, a partir de agora, passará a ser uma sede provisória até que seja possível a construção de uma estrutura própria. “Essa é uma causa muito nobre e eu estou muito feliz em poder contribuir. O Governo Municipal não medirá esforços para estar auxiliando no transporte dos pacientes para tratamento, na futura doação de um terreno para a construção de uma sede própria para a Associação ou em outras ações. Inclusive, já está à disposição uma sala ampla e preparada para que a diretoria possa atuar e começar a realizar os primeiros trabalhos. A nossa administração dará total apoio a este projeto e eu quero parabenizar a iniciativa da professora Janete e de toda a equipe”, destacou.

O prefeito de Piranhas afirmou ainda que é hora de cada cidadão contribuir da forma que estiver ao seu alcance. “Foi comprovado aqui que a vontade de fazer o bem faz com que se supere qualquer diferença, seja ela uma questão política ou questão pessoal. Estamos todos unidos e cada um pode contribuir de alguma forma. Devemos estar todos unidos por este projeto que é maior que pessoas, pois se trata de salvar vidas”, ponderou.

O vice-prefeito José Eduardo acredita que a ACCP pode ajudar a amenizar os efeitos das deficiências do atendimento a população carente no sistema público de saúde. “Eu acredito que a Associação vai facilitar muito a vida dos pacientes portadores de Câncer e, com as parcerias com os setores público e privado, esse trabalho será ainda mais abrangente”, pontuou.

Casa de apoio em Goiânia

Em janeiro deste ano, a ACCP já havia firmado uma parceria com o Sindicato Rural de Piranhas (SRP) e com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), para que os pacientes piranhenses sejam acolhidos na Casa de Apoio à Saúde Rural, um local destinado a pessoas que precisam realizar consultas, tratamentos médicos ou exames na capital goiana. Além disso, o presidente do SRP, Antônio Carlos Vilela, se colocou à disposição da Associação para ações futuras.

“Nós estamos aqui para servir. Eu e todos os produtores sindicalizados estamos muito satisfeitos em poder contribuir, primeiro cedendo o auditório da nossa sede para as reuniões que foram realizadas e, também, com os serviços da Faeg com sua Casa de Apoio, por exemplo. Com união, a iniciativa [da criação da Associação] será um sucesso”, comentou Antônio Carlos Vilela.

Com o acordo com as entidades ruralistas, a Associação de Combate ao Câncer em Piranhas poderá encaminhar os portadores de Câncer para um espaço que oferece equipe treinada e qualificada para atendimento e assistência social, além de motorista, limpeza e área administrativa à disposição. Todos pacientes são cadastrados com dados pessoais, foto, a especialidade do tratamento, bem como as necessidades de deslocamento para consultas, exames e cirurgia.

Vereador em Piranhas pelo PR, Fernando Lizardo perdeu a mãe devido a um Câncer de Pulmão. Como em outras ocasiões, o parlamentar voltou a dizer que um dos principais serviços que a ACCP irá oferecer é o apoio psicológico para os pacientes e suas famílias.

“O Câncer, além de agredir demais o enfermo, ele agride também a família que está em volta. Na época que perdi minha mãe, não tinha um apoio adequado e essa Associação está sendo criada para isso, para dar assistência a quem enfrenta a difícil batalha contra a doença. São serviços muito importantes que vão fazer a diferença. Estou pronto para ajudar”, contou Fernando.

“Muita emoção” foi a expressão escolhida pelo vereador Jhonatan Apolinário (PPS) para iniciar a entrevista concedida ao Tribuna Piranhense para falar sobre a criação da ACCP. “Eu quero parabenizar a Janete Ribeiro pela criação desta Associação em Piranhas. O que eu puder fazer para somar, será feito”, disse.

De acordo com o livro de presença da assembleia, 115 pessoas prestigiaram a fundação da ACCP. “Minha alegria e tanta que parece não caber no coração. Estou feliz por receber tanto apoio e saber que podemos contar com a sociedade de modo geral, contar com as nossas autoridades e com o poder público. Passada esta etapa, é hora de trabalhar, juntar as forças e atender quem precisa”, declarou Janete.

A Associação de Combate ao Câncer em Piranhas atenderá o público na Avenida Brasil Central, n° 974, Centro, no antigo prédio da Prefeitura Municipal. Enquanto a instituição não tem um contato telefônico, Janete Ribeiro autorizou a divulgação de seu telefone pessoal para a obtenção de informações: (62) 99626-5053.

Veja mais fotos do evento na galeria abaixo


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp