13/05/2018 às 10h32min - Atualizada em 13/05/2018 às 10h32min

QUE MULHER É ESSA?! Leia o texto de Bartolomeu Xavier sobre o Dia das Mães

Professor e escritor
Bartolomeu Xavier de Sousa Filho

QUE MULHER É ESSA?!

Que mulher é essa capaz de abdicar da sua liberdade para se doar incondicionalmente a um ser desconhecido e indefeso? Que mulher é essa capaz de se auto superar, como se tivesse poderes sobrenaturais para conciliar tarefas exaustivas e repetitivas com desenvoltura e graça? Que mulher é essa que apesar das responsabilidades que lhes são impostas pela sociedade, é capaz de se desdobrar e conseguir tudo a contento? Que mulher é essa capaz de conciliar trabalho e obrigações do lar de forma incansável? Que mulher é essa que apesar de toda a carga que traz às costas ainda é capaz de usar sua magia para acalmar, orientar, aconselhar, corrigir, ensinar, entender, aceitar, perdoar e proteger? Que mulher é essa que depois de anos a fio de luta incessante, muitas vezes, é descartada como uma “coisa” qualquer que perdeu a utilidade?

Essa mulher é um ser iluminado, pois além de tudo o que foi dito dela, ainda foi agraciada com o dom de ser mãe! É essa mulher que carrega em seu ventre uma nova vida, que é desejada e amada mesmo antes de vir ao mundo, com raríssimas exceções.

Depois de dar à luz ou adotar um filho, essa mulher vai se comportar como se tivesse superpoderes para executar a árdua tarefa de ser mãe, esposa e trabalhadora, ao mesmo tempo. Vai enfrentar de cabeça erguida as situações adversas seja em relação à situação financeira, vida conjugal ou a uma casual deficiência do filho. Vai ser sapiente na puberdade, compreensiva na adolescência e paciente depois de os filhos atingirem a fase adulta, pois para elas, os filhos ou filhas, continuam sendo crianças. Infelizmente muitas terão o coração transpassado por verem os filhos pagarem o preço da desobediência aos princípios que lhes foram ensinados e muitas vão amargar o dissabor de serem ignoradas pelos filhos depois de tanta dedicação e tanto sofrimento, no momento em que elas mais precisam, na sua velhice.

Dia das Mães! Um dia para se comemorar sim, mas também um dia apropriado para que filhos e filhas, principalmente se já são capazes de entender a capacidade de doação de uma mãe, refletirem sobre o quanto estão correspondendo a este amor. Será que estão sendo tolerantes o bastante para acatar os sábios conselhos, que a princípio soam como uma interferência, mas que na realidade só visam o seu bem? Será que estão sendo pacientes o bastante com a mãe idosa que já necessita de cuidados, mais carinho e compreensão? Reflita! E se for o caso, redirecione seus atos, pois por nossa vida pode até passar várias mulheres, mas nenhuma terá o amor incondicional de uma mãe. Não deixe para amanhã se podes dizer para a sua mãe que a ama, hoje, pois pode ser que amanhã já não tenha esta chance. O amor maternal é tão sublime e puro que um abraço, um beijo, um “te amo” sincero a faz esquecer as noites insones passadas ao teu lado, como um anjo que acalenta e protege.

Que Maria, mãe por excelência, interceda por cada uma das mães junto ao seu filho Jesus e que Deus derrame copiosas bênçãos hoje e sempre sobre todas as mamães para que elas possam ter o prazer de receberem o reconhecimento e o apoio de seus filhos!

Na pessoa de minha querida mãe que hoje mora no além, parabenizo a todas as mamães e peço que Deus as abençoe, não só hoje, mas todos os dias!

A todas, um feliz e abençoado “Dia das Mães”!

Autor: Bartolomeu Xavier de Sousa Filho

Piranhas, 13 de maio de 2018

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp