29/05/2018 às 18h27min - Atualizada em 29/05/2018 às 18h27min

Investigações da Polícia Civil levam à prisão do terceiro suspeito de envolvimento no homicídio de jovem encontrado morto na zona rural de Piranhas em 2016

Ronaldo Mendes dos Santos foi preso em Arenópolis na manhã desta terça-feira (29). O irmão do suspeito também foi preso por estar de posse de armas e munições.

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira

Ronaldo Mendes dos Santos, de 32 anos, foi preso durante a manhã desta terça-feira (29/05), em Arenópolis, por suspeita de envolvimento no homicídio de Bruno Fernandes de Abreu. A prisão do homem ocorreu durante uma operação realizada pela Delegacia de Polícia Civil de Piranhas, com apoio de policiais civis de Iporá, em cumprimento a mandados de busca e apreensão e prisão temporária expedidos pelo juiz da Vara de Crimes e Fazendas Públicas da Comarca de Piranhas, Daniel Maciel Martins Fernandes.

Bruno Fernandes de Abreu foi encontrado morto no dia 30 de dezembro de 2016, amarrado dentro de um veículo parado em uma estrada vicinal, na zona rural de Piranhas. Conforme as informações colhidas pela Polícia Civil durante as investigações, Ronaldo Mendes dos Santos teria envolvimento na morte da vítima devido a motivos passionais.

De acordo com a Polícia Civil, Bruno Fernandes e a namorada de Ronaldo tiveram um relacionamento anterior e um vídeo com cenas de sexo envolvendo os dois teria sido compartilhado na internet enquanto a mulher já namorava Ronaldo. Ao ver as imagens, o suposto autor do crime optou pelo homicídio que ainda não teve detalhes divulgados.

Além da prisão, foram feitas buscas na residência e em uma panificadora de Ronaldo Mendes dos Santos, porém nada de ilícito foi encontrado.

Como desdobramento da operação, policiais, com autorização da Justiça, fizeram uma varredura em um supermercado e em um sítio de Jairo Adriano Mendes dos Santos, irmão de Ronaldo – o motivo seriam as informações recebidas através de denúncias que davam conta de que ali teriam armas e munições. Nas averiguações, foram encontrados um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 22. Também foram localizadas 138 balas calibre 38 e outras 10 do calibre 22, ambas intactas.

Jairo Adriano Mendes dos Santos foi preso e autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, porém, pagou fiança no valor de um salário mínimo e foi liberado.

Ronaldo Mendes dos Santos passou por exame de corpo de delito e, logo após, foi encaminhado para a Cadeia Pública de Piranhas, onde permanecerá por até 30 dias prorrogáveis dependendo do desenrolar das investigações.

Outras prisões

Em agosto de 2017, a Polícia Civil prendeu Pedro Henrique Nogueira Silva, de 23 anos, e Silvio Alves de Resende, de 32 anos, também por suspeita de envolvimento na morte de Bruno. Na época, as investigações indicavam que uma possível disputa por espaço no tráfico de drogas em Arenópolis teria motivado o homicídio.

A Polícia ainda trabalha nas duas linhas de investigação – crime passional e disputa por espaço no tráfico de drogas –, mas não descarta uma possível ligação entre estas motivações nem a existência de outras.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp