30/06/2014 às 09h39min - Atualizada em 30/06/2014 às 09h39min

Ídolo de seus ídolos, Neymar vira "fenômeno" para o fã Ronaldo

Ex-jogador diz que atacante do Barcelona é quem deveria ser chamado pelo seu apelido. Felipão elogia a maturidade de sua principal estrela após duelo contra Chile

Leandro Canônico - Belo Horizonte
Do G1
Neymar no jogo contra o Chile: ídolo conquista coração de seus ídolos (Foto: Marcos Ribolli)

Até pouco tempo atrás, Neymar era fã de muita gente, mas ídolo de quase ninguém. Ainda garoto, ele se inspirava nos lances de Ronaldo, nos dribles de Robinho, na genialidade de Ronaldinho Gaúcho, no oportunismo de Luis Fabiano. Só que todos eles ficaram para trás, e o camisa 10 da Seleção agora, aos 22 anos, é ídolo dos ídolos.

Com 35 gols pela seleção brasileira, Neymar é o artilheiro do século com a camisa amarelinha. Superou Ronaldo, que tem 30, Adriano e Robinho, ambos com 29, Luis Fabiano e Kaká, 28 cada um, e Ronaldinho Gaúcho, 27. E na lista de maiores artilheiros canarinhos da história, é o sexto, atrás apenas de Pelé (77), Ronaldo (62), Romário (55), Zico (48) e Bebeto (39).

– O Neymar passou a ser meu ídolo há muito tempo, mas nesta Copa do Mundo ele está se superando. A admiração só aumenta – declarou Ronaldo.

Neymar quer seguir os mesmos passos do Fenômeno. Ser campeão do mundo, melhor do planeta... Tudo isso está nos planos do camisa 10. Nesta Copa, aliás, ele começou em grande estilo. Fez quatro gols na primeira fase e converteu o último pênalti do Brasil na vitória sobre o Chile, nas oitavas de final, no último sábado, em Belo Horizonte.

 – Depois da partida contra Camarões, eu bati um papo com ele e disse que ele era um fenômeno. Ele respondeu: para com isso, porque o verdadeiro é você – disse Ronaldo (assista no vídeo acima a uma entrevista do programa "Central da Copa" em que o ex-jogador diz isso ao craque depois do terceiro jogo do Brasil no Mundial).

Principal estrela da atual seleção brasileira, Neymar foi o único jogador que esteve em todas as partidas sob o comando de Felipão, nessa segunda passagem. Só que agora, para o duelo com a Colômbia, sexta-feira, pelas quartas de final, na Arena Castelão, em Fortaleza, o atacante está com um problema na coxa, de uma pancada que sofreu durante o jogo contra o Chile.

Felipão está preocupado com isso. Quer esperar o inchaço diminuir durante a semana para pensar melhor. De qualquer forma, o técnico é só elogios ao craque.

– Neymar tem 22 anos e parece que tem 35. Maduro, pronto. Ele lida naturalmente com essa dificuldade de não ter a experiência de idade. Ele é muito bom mentalmente. Tem detalhes na vida dele que indicam que ele estava pronto desde os 17, 18 anos. Ele é simples. Ele gosta de jogar. Ele vai bater o pênalti como se fosse bater na pelada lá em Santos. Essa é a capacidade dele – concluiu Felipão.

Luiz Felipe Scolari Felipão  Neymar brasil x chile (Foto: Marcos Ribolli)

Luiz Felipe Scolari Felipão Neymar brasil x chile (Foto: Marcos Ribolli)


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp