15/08/2019 às 17h04min - Atualizada em 15/08/2019 às 17h04min

Polícia prende casal suspeito de matar homem em Piranhas

Criminosos teriam matado a vítima para roubar a quantia de R$200

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Divulgação)
Uma operação conjunta envolvendo a Polícia Civil de Aragarças, a Polícia Militar (PM) de Piranhas e o Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) resultou na prisão em flagrante de um casal suspeito de matar o comerciante João Pereira dos Santos, de 56 anos. A vítima foi assassinada durante um roubo em seu estabelecimento durante a madrugada desta quinta-feira (15/08), no Setor Sudoeste, em Piranhas.
 
Paulo Henrique Amâncio Ferreira, de 29 anos, e Marcielle Barbosa da Silva, de 22 anos, foram presos quando retornavam da cidade de Arenópolis em um táxi.
 
De acordo com as informações colhidas pelos investigadores da Polícia Civil, o casal foi ao bar que pertencia à vítima por volta das 5h da manhã e, para subtrair a quantia aproximada de R$ 200, agrediram o homem com um taco de madeira e ainda desferiram diversos golpes de faca em seu corpo.
 
Após o crime, o suspeito Paulo Henrique ateou fogo nas próprias roupas com o intuito de eliminar as manchas de sangue que estavam sobre elas. Em seguida, junto com Marcielle e outras duas pessoas – todas usuárias de drogas, segundo a Polícia – pegaram um táxi e seguiram rumo a cidade de Arenópolis, retornando cerca de três horas depois, instante em que foram abordados e detidos pela equipe da PM de Piranhas.
 
O delegado Ricardo Galvão, responsável pelo caso, destacou a frieza e maldade dos envolvidos para subtrair a quantia de R$ 200. “Trocaram uma vida por R$ 200”, declarou.
 
Diante dos fatos, Galvão afirmou que os suspeitos foram autuados em flagrante delito pelo crime de latrocínio – roubo seguido de morte.
 
Paulo Henrique Amâncio Ferreira será encaminhado para a Unidade Prisional de Caiapõnia, enquanto Marcielle Barbosa da Silva ficará presa no Presídio Regional Feminino de Israelândia.
 
O caso


 
João Pereira dos Santos, o Dão, foi encontrado morto dentro de seu bar localizado no Setor Sudoeste, em Piranhas, no início da manhã desta quinta-feira (15/08). Segundo a Polícia Militar (PM), o corpo da vítima foi achado por uma pessoa que passava na rua em frente ao local e que notou uma grande quantidade de sangue escorrendo.
 
Na cena do crime, os policiais encontraram um taco de madeira quebrado que, possivelmente, teria sido usado para golpear o crânio e outras partes do corpo do homem. Também foram localizadas várias notas de dinheiro espalhadas no bar e fora dele.
 
“Os vizinhos disseram ter ouvido barulhos durante a madrugada. Depois de sermos acionados e chegarmos ao local, deparamos com o estabelecimento arrombado e o corpo do João caído próximo à porta”, relatou o sargento Ademir, que atendeu a ocorrência.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp