21/02/2020 às 09h29min - Atualizada em 21/02/2020 às 09h29min

Operação da Polícia Civil em Piranhas prende 3 por envolvimento em furtos e roubos de gado

Delegado responsável pelas investigações diz que grupo criminoso agia em Aragarças, Arenópolis, Piranhas e outros municípios da região com violência e uso de armas de fogo

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto:Divulgação/PC)
Uma operação da Polícia Civil realizada em Piranhas nesta quinta-feira (20/02), denominada Pecus e que teve o apoio do Comando de Operações de Divisa (COD), resultou na prisão de Gilberto Pereira dos Santos, Maycon Gomes da Silva e Valdemar de Barros Siqueira. O trio é suspeito de participar de uma organização criminosa responsável por roubos e furtos de gado. Segundo o delegado Ricardo Galvão, responsável pelas investigações, outros dois indivíduos supostamente envolvidos na participação dos crimes são procurados.

Conforme apuração da Polícia Civil, a suspeita é a de que a associação criminosa tenha furtado mais de cem cabeças de gado nos municípios de Aragarças, Arenópolis, Israelândia, Piranhas e outros municípios da região oeste de Goiás.

De acordo com o Delegado Ricardo Galvão, os suspeitos atuavam de forma violenta e com o uso de armas de fogo. “O bando atuava com dia e hora previamente definidos para a prática dos crimes e com o receptador já a espera do gado“, afirmou.



Além das prisões, a Operação Pecus ainda recuperou alguns itens que haviam sido furtados das propriedades rurais de onde o gado foi levado. A expectativa é que os animais também sejam encontrados em breve.

Maycon Gomes da Silva, Gilberto Pereira dos Santos e Valdemar de Barros Siqueira, ambos moradores da cidade de Piranhas, foram ouvidos e, posteriormente, levados para a Unidade Prisional de Caiapônia.

A Operação Pecus contou com a atuação de 25 policiais, entre civis e militares.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp