23/03/2020 às 17h36min - Atualizada em 23/03/2020 às 17h36min

Em meio a pandemia de coronavírus, Prefeitura de Piranhas proíbe serviço de mototáxi

Proibição faz parte de um novo decreto assinado pelo pefeito Eric Silveira nesta segunda (23). Poda de árvores também está proibida

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
Nesta segunda-feira (23/03), a Prefeitura de Piranhas determinou novas restrições visando o combate a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Segundo o decreto 046/2020, assinado pelo prefeito Eric Silveira (PP) e que altera o decreto 044/2020, ficam proibidos os serviços de mototáxi de qualquer natureza no município por 15 dias. Além disso, a poda de árvores também não será permitida pelo período de 30 dias.
 
As novas determinações fazem parte de uma série de medidas que vem sendo tomadas pela Prefeitura de Piranhas a partir do momento em que a situação do novo coronavírus passou a ser considerada como uma pandemia. Desde a última sexta-feira (20/03), há uma ordem para que o comércio permaneça fechado objetivando a redução da possibilidade de propagação do novo coronavírus, com exceção para os estabelecimentos médicos e hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmácias, clínicas de fisioterapia, distribuidoras e revendedoras de gás, postos de combustíveis, supermercados e congêneres considerados serviços de necessidade básica.
 
Aulas suspensas
 
No último dia 16, a Secretaria Municipal de Educação de Piranhas decidiu suspender as aulas nas redes municipal, estadual e particular de ensino. A decisão seguiu uma nota técnica da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, divulgada no dia anterior e que determinou a paralisação em todos os níveis educacionais do Estado, de modo a interromper as atividades, levando em consideração a Declaração da Organização Mundial de Saúde, em 11 de março de 2020, que decretou situação de pandemia no que se refere à infecção pelo novo coronavírus.
 
Serviços sociais paralisados
 
Outra pasta a tomar medidas contra o coronavírus foi a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (MDS) de Piranhas. Foi baixada uma portaria que suspendeu, temporariamente, a oferta de atividades socioeducativas em grupo, no âmbito da Política Pública Municipal de Assistência Social, em todos os seus serviços, programas e projetos, pelo prazo de 15 dias, a partir do dia 16 de março. O documento foi assinado pela secretária Adrielle Patilla Sousa Rosa Silveira.
 
“O intuito da Administração de Piranhas é proteger vidas. As medidas poderão ser revistas ao longo destes 15 dias”, diz um trecho do decreto da Prefeitura de Piranhas.
 
O decreto 046/2020, em seu artigo 16, lembra que o não cumprimento das determinações submeterão os infratores as “sanções previstas em Lei (art.268- crime de infração de medida sanitária preventiva) Código Penal”.


Leia também:

Prefeitura de Piranhas suspende inscrições para Processo Seletivo

Coronavírus: Cartório Eleitoral de Piranhas suspende atendimentos presenciais até abril

Caso suspeito de coronavírus em Piranhas é descartado

Por coronavírus, Prefeito de Piranhas decreta suspensão de atividades em igrejas, academias, bares, restaurantes e boates

Por coronavírus, ACCP cancela realização de leilão beneficente em Piranhas

Coronavírus: Itego de Piranhas suspende aulas e atividades a partir desta segunda (16)

Coronavírus: Prefeitura de Piranhas suspende atividades socioeducativas em grupo oferecidas pela SMDS

Coronavírus: Aulas estão suspensas nas redes pública e particular de ensino de Piranhas por 15 dias

Secretária municipal de Saúde de Piranhas pede que pacientes evitem ir ao Hospital Municipal

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...