15/04/2020 às 11h27min - Atualizada em 15/04/2020 às 11h27min

Governador diz que uso de máscara será obrigatório em Goiás a partir do dia 20 de abril

Cidadão deverá colocar máscara sempre que sair de casa

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
O governador Ronaldo Caiado (DEM) confirmou que está definindo no decreto de flexibilização da quarentena da Covid-19 em Goiás, a partir da segunda-feira (20/04), o uso obrigatório de máscara. O item deve fazer parte da vestimenta das pessoas que vão às ruas. O anúncio foi feito durante uma live realizada nesta terça-feira (14/04), para os veículos de comunicação da Agência Brasil Central (ABC).
 
“Sem dúvida alguma, vai constar do decreto. A pessoa saiu de casa, para ela se proteger. Saiu de casa, qual o problema, né? É algo assim gente, olha, vai fazer parte agora da nossa indumentária, nossa vestimenta, tá certo? Por um período”, afirmou.
 
Segundo a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), até às 18h30 desta terça-feira, Goiás já havia registrado 284 casos de Covid-19. Destes, há 15 mortes confirmadass. No Estado, há 3.706 casos suspeitos em investigação. Outros 1.757 já foram descartados.
 
Os casos confirmados foram registrados nos municípios de Águas Lindas de Goiás (2), Aloândia (1), Anápolis (20), Anhanguera (1), Aparecida de Goiânia (6), Bela Vista de Goiás (1), Bom Jesus de Goiás (1), Caldas Novas (1), Campestre (1), Catalão (1), Cidade Ocidental (2), Faina (1), Formosa (3), Goiandira (1)*, Goianira (1), Goianésia (16), Goiânia (160), Goiatuba (1), Guapó (1), Itaguaru (1), Itumbiara (5), Jataí (5), Luziânia (8), Montividiu (1), Morrinhos (1), Nerópolis (1), Nova Glória (1), Nova Veneza (1), Paranaiguara (1), Paraúna (1), Pires do Rio (3), Professor Jamil (3), Rialma (3), Rio Verde (13), São Luís dos Montes Belos (2), Senador Canedo (1), Silvânia (1), Trindade (4), Valparaíso de Goiás (6) e Vianópolis (1).
 
Há 16 casos confirmados internados. Destes, 7 estão em unidades públicas da rede estadual e 9 na rede privada. Há ainda 67 casos suspeitos e em investigação que encontram-se internados; destes, 36 estão na rede pública e 31 na rede privada.
 
Há, até o momento, 15 óbitos confirmados de residentes de Goiás, sendo nos municípios de Aparecida de Goiânia (1), Goiandira (1), Goiânia (7),  Luziânia (2), Paraúna (1), Pires do Rio (1), Rio Verde (1) e Valparaíso de Goiás (1). Há 3 óbitos suspeitos em investigação, sendo nas cidades de Araçu (1), Goiânia (1) e Uruaçu (1).
 
Já foram descartados 21 óbitos nos municípios de Águas Lindas de Goiás (1), Bela Vista de Goiás (1), Bonfinópolis (1), Caldas Novas (1), Edealina (1), Goiânia (6), Hidrolândia (1), Inhumas (1), Iporá (1), Itapaci (1), Luziânia (1), Mineiros (1), São Francisco de Goiás (1), São Luís dos Montes Belos  (1), Senador Canedo (1) e Valparaíso de Goiás (1).
 
Os registros estão no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás. Ressalta-se que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.
 
O Governo de Goiás, por meio da SES-GO, monitora sistematicamente suspeitas de novos  casos de Covid-19, seguindo rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde para a identificação de novos registros.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp