28/04/2020 às 10h51min - Atualizada em 28/04/2020 às 10h51min

Alunos da rede municipal de ensino de Piranhas terão aulas não presenciais a partir da próxima segunda-feira (4)

Estudantes receberão conteúdos através de plataformas digitais. Quem não tiver acesso online poderá obter as atividades por meio físico nas unidades de ensino

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
As escolas e creches da rede municipal de ensino de Piranhas iniciarão, no próximo dia 4 de maio (segunda-feira), o regime especial de aulas não presenciais, com um cronograma de atividades alinhado aos componentes curriculares e aos conteúdos de cada etapa, ano e série. A medida foi anunciada pela secretária municipal de Educação, Karlla Christine Fonseca Silva, nesta segunda-feira (27/04) e atende a uma resolução do Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE-GO), que aprovou a manutenção das atividades pedagógicas sem a presença de alunos e professores nas dependências de unidade escolar.
 
Em Piranhas, as aulas estão suspensas na rede municipal de ensino desde o último dia 17 de março devido a necessidade do isolamento social que visa o combate a disseminação do novo coronavírus.  
 
Karlla Christine explica que a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Piranhas, juntamente com gestores, coordenadores pedagógicos e o corpo docente das unidades escolares, vem produzindo materiais e o planejamento das atividades a serem realizadas pelos alunos.
 
“Vamos utilizar plataformas digitais, como o WhatsApp e salas virtuais. Para atender todos os alunos e ninguém ficar sem estudar, aqueles que não tiverem acesso online poderão pegar as atividades na escola. Todas as semanas, enquanto durar essa situação atual, disponibilizaremos os conteúdos e os estudantes os utilizarão em casa”, conta Karlla.
 
Ainda de acordo com Karlla Christine, também será usada uma plataforma chamada Ambiente Virtual de Aprendizagem (AvaUndime), criada pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e que apresenta atividades pedagógicas complementares para Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) (veja vídeo de apresentação da plataforma).




Como vai funcionar
 
As escolas e creches já estão fazendo um levantamento dos alunos que tem acesso online e que poderão receber as atividades por meio eletrônico. Para isso, as equipes entrarão em contato com os responsáveis por cada estudante, via telefone ou outro meio possível.
 
“A maioria das unidades de ensino de Piranhas já usam grupos de WhatsApp para manter contato com os pais e isso vai ajudar no envio dos materiais. Quem não tiver um dispositivo ou internet para acessar, não precisa se preocupar, pois entregaremos as atividades nas secretarias das creches e escolas”, destaca a secretária de Educação.
 
Os alunos precisam ficar atentos ao cronograma criado pela SME:
 
- Os conteúdos serão enviados para os alunos – por meio digital ou físico – todas as segundas-feiras, mesmo dia em que os professores darão o retorno das atividades realizadas e corrigidas na semana anterior.
 
 - Os estudantes terão de segunda à quarta-feira para realizem as atividades recebidas e, neste período, dúvidas podem ser tiradas com os professores pelas plataformas digitais utilizadas.
 
- Todas as atividades devem ser devolvidas para os professores até, no máximo, a quinta-feira de cada semana também via plataformas digitais para aqueles que estiverem utilizando-as ou nas respectivas escolas e creches daqueles que optaram por obtê-las por meio físico.
 
- A partir da sexta-feira de cada semana, os professores farão a correção das atividades para, na segunda-feira seguinte, dar o retorno aos estudantes.
 
“Sabemos que parte dos pais ou responsáveis não estão preparados para esse momento e, por isso, os professores estão sendo orientados no sentido de, na medida do possível, dar o apoio necessário e tirar eventuais dúvidas que surgirem”, destaca Karlla.
 
Questionada sobre quanto tempo durará o regime especial de aulas não presenciais, a secretária de Educação de Piranhas disse que não é possível falar em datas neste momento. “Isso [determinar a volta dos alunos as salas de aula] não compete a nós, mas, sim, as autoridades da área da Saúde e aos governantes”, esclarece.
 
Em relação aos dias de paralisação, Karlla explicou que, após o retorno dos estudantes para as salas de aula, será elaborado um novo calendário escolar para apreciação do CEE-GO.
 
“Uma medida provisória da Presidência da República [MP 934/2020] nos liberou da obrigatoriedade dos 200 dias letivos e autorizou que cumpramos as 800 horas anuais em um período diferente do previsto na legislação. Isso facilitará a organização de um novo calendário. Temos alguns recessos, trabalhos coletivos e conselhos de classe que poderão ser remanejados. Mas, para finalizarmos as ideias que temos, aguardaremos o retorno das aulas presenciais”, pontua a secretária.
 
Mais informações podem ser obtidas nas secretarias das unidades de ensino e na Secretaria Municipal de Educação, que está instalada no Centro Administrativo Orlando Leite Ferreira (Sede da Prefeitura Municipal de Piranhas), na Avenida Indenpência, nº 700, Centro. O atendimento está acontecendo das 7h às 13h.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento Tribuna Piranhense
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp