21/08/2014 às 11h26min - Atualizada em 21/08/2014 às 11h26min

Escolas preparam 2ª etapa da vacinação contra HPV

Jotta Oliveira - Piranhas

A segunda dose da vacina conta o vírus HPV, que protege contra o câncer do colo de útero, começa a ser aplicada no dia 1º de setembro nas estudantes de 11 a 13 anos de idade, matriculadas nas escolas da rede pública estadual. Para isso, a Secretaria da Educação (Seduc), por meio da Gerência de Programas Transversais, da Superintendência de Ensino Fundamental, enviou ofício às Subsecretarias Regionais de Educação, para que divulguem a ação junto às escolas e as preparem para esta etapa da vacinação, que será executada, de 1º a 12 de setembro. Cada escola escolhe a data melhor para implementar a vacinação.

As estudantes estão sendo vacinadas em três etapas. A primeira dose foi feita em março, a segunda será agora em setembro, e a terceira, em março de 2019. A vacina contra o vírus HPV é intramuscular e as meninas devem estar sentadas no momento da vacinação. As estudantes que receberam a primeira dose da vacina não precisam apresentar à escola a autorização dos pais; no entanto, a autorização continua sendo obrigatória para aquelas que vão receber a vacina pela primeira vez. Caso os pais ou responsáveis tenham dúvidas em relação à imunização, devem procurar as escolas ou os agentes de saúde para obterem os esclarecimentos necessários. As escolas fornecem os termos de recusa a serem preenchidos e assinados pelos pais que, por algum motivo, não concordarem com a vacinação.

Vacinar as meninas nas escolas é uma estratégia do governo federal que visa ampliar o alcance da ação, que tem por meta imunizar cerca de 80% das 4,16 milhões (quatro milhões e dezesseis mil) meninas com idade entre 11 anos e a um dia de completar 14 anos. Em Goiás, a Secretaria da Educação (Seduc), por meio das subsecretarias regionais de Educação, em parceria com a Gerência de Imunizações da Secretaria de Saúde, mobilizou todas as escolas na primeira etapa da vacina e, também, agora. Elas receberam capacitação, disponibilizaram espaço para o atendimento no período de campanha e fizeram a articulação com a unidade de saúde nos municípios.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp