03/02/2021 às 10h25min - Atualizada em 03/02/2021 às 10h25min

Goiás prepara início da vacinação de idosos acima de 80 anos

Faixa etária abrange 111.453 pessoas e inclusão desse grupo será possível a partir da chegada de nova remessa de doses contra Covid-19. Objetivo é “avançar na vacinação”, diz governador

Tribuna Piranhense - com informações do site Goiás Agora
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
O governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou, na última segunda-feira (1º/02), que o Estado avançará no plano de vacinação contra a Covid-19 com a chegada de outra remessa de doses, prevista para os próximos dias. “Isso aí tem me inquietado”, disse. A nova etapa vai abranger idosos a partir de 80 anos, cuja população total corresponde a 111.453 pessoas em Goiás.
 
A vacinação contra a Covid-19 em Goiás começou em 18 de janeiro e foi direcionada aos seguintes grupos: idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência, população indígena aldeada e trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia. Em um segundo momento, com a chegada do imunobiológico AstraZeneca, apenas as equipes que lidam com pacientes em tratamento da doença foram beneficiadas. Agora, Caiado busca expandir a imunização para pessoas com 80 anos ou mais.
 
Durante a posse da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), nesta segunda-feira, o governador ressaltou que o objetivo primordial de seu governo, nesses próximos dois anos, é “avançar na vacinação”. “Essa é a primeira meta. Não existe nenhuma outra que possa competir com ela”, garantiu.
 
Goiás já recebeu 278.480 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 212.980 da Coronavac e 65.500 da AstraZeneca. Dados da SES-GO indicam que, até o início da tarde desta segunda-feira (1o/02), foram aplicadas 80.628 doses em todo o Estado.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp