08/03/2021 às 10h10min - Atualizada em 08/03/2021 às 10h10min

Restrições de atividades não essenciais em Piranhas são prorrogadas até 15 de março

Apontadas como sendo as principais causadoras de aglomerações, as bebidas alcoólicas conitnuam com sua comercialização proibida em qualquer tipo de estabelecimento

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Arquivo/Tribuna Piranhense)
A medida que restringe as atividades consideradas não essenciais em Piranhas, que começou a valer no dia 1º de março, foi prorrogada até 15 de março. A decisão foi tomada no sábado (6/03) pelo prefeito Marco Rogério, o Chicão (Solidariedade), através do Decreto 082/2021.
 
O novo decreto municipal levou em consideração o mapa divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) que mostra, semanalmente, a evolução da pandemia do novo coronavírus nas regionais de Saúde goianas. Piranhas está inserida na Regional de Saúde Oeste 1 que, de acordo com os dados da última sexta-feira (5/03), segue em situação de calamidade.
 
O novo texto publicado pelo Governo Municipal de Piranhas reitera e ratifica todos os termos do Decreto 079/2021, de 28 de fevereiro, onde ficou determinada a paralização dos serviços não essenciais e a proibição da venda de bebidas alcoólicas no município de Piranhas como forma de conter o aumento do número de casos de Covid-19.
 
A medida original estava prevista para valer até esta segunda-feira (8/03) e a decisão de prorroga-la veio, também, por causa do crescente aumento no número de casos ativos da Covid-19 em Piranhas que, conforme boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) na sexta-feira, chegou a 129, estando 112 pessoas isoladas em suas residências se recuperando da doença e outras 17 hospitalizadas devido às complicações causadas pela enfermidade provocado pelo novo coronavírus.
 
Casos de Covid-19 em Piranhas
 
Além dos 129 casos ativos de Covid-19 – que é quando o paciente ainda não se recuperou da doença –, Piranhas tem mais 576 casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, porém, destes, todos já estão recuperados. 26 moradores do território piranhense vieram a óbito.
 
Somando o número de recuperados, ainda em recuperação e óbitos, Piranhas chegou a 731 casos de Covid-19. Ainda de acordo com o boletim da SMS de Piranhas, o município tem 48 casos suspeitos sob investigação aguardando resultados de exames.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp