20/04/2021 às 09h57min - Atualizada em 20/04/2021 às 09h57min

Com 31 registros em 2021, média móvel de mortes por Covid-19 em Piranhas no ano chega a uma a cada três dias

Ao todo, município já teve 55 vítimas fatais da doença causada pelo novo coronavírus, sendo 24 no ano passado

Tribuna Piranhense - em Piranhas
Jotta Oliveira
(Foto: Reprodução)
Novos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram que Piranhas já registrou 31 óbitos por consequência da Covid-19 somente neste ano. A informação consta de um boletim epidemiológico publicado nesta segunda-feira (19/04). No total, 55 moradores do território piranhense já morreram após serem acometidos pela doença provocada pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, sendo que, destes, 24 ocorreram em 2020.

Considerando os dados consolidados pela SMS, Piranhas tem, desde o dia 1º de janeiro de 2021, uma média móvel de, aproximadamente, uma morte por Covid-19 a cada três dias. Em todo o ano passado, desde a confirmação do primeiro caso de contágio pelo novo coronavírus no dia 8 de maio, foram 24 falecimentos provocados pelo vírus em 237 dias, representando uma média móvel aproximada de um a cada dez dias.

Atualmente, 1.047 piranhenses já tiveram ou têm o novo coronavírus, sendo que 86 são casos ativos – que é quando o paciente ainda não se recuperou da Covid-19 e continua sendo um potencial transmissor do vírus. ​ Destes, 8 estão hospitalizados e 78 pessoas estão isoladas em suas residências se recuperando da doença.
 
Casos suspeitos
 
Piranhas tem 21 casos suspeitos sob investigação aguardando resultados de exames. 21 pessoas são monitoradas sem coleta de exames, porém, com apresentação de quadro gripal.
 
Letalidade do vírus
 
Com base no número de casos de contágio pelo novo coronavírus e os óbitos confirmados por consequência da Covid-19 em Piranhas, chega-se a taxa de letalidade do vírus de 5,25%, quase o dobro das registradas no Estado de Goiás (2,63%.) e no Brasil (2,7%).

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp