18/08/2021 às 11h55min - Atualizada em 18/08/2021 às 11h55min

Estudante do município de Piranhas é aprovado para o curso de Medicina em três universidades públicas

Walter Lopes Martins tem 20 anos e chegou a estudar cerca de 14 horas por dia para conseguir as aprovações

Tribuna Piranhense - com informações de O+Positivo
Jotta Oliveira
(Foto: Arquivo Pessoal)
Walter Lopes Martins, de 20 anos, natural do município de Piranhas, recebeu, recentemente, a confirmação de que foi aprovado em três universidades públicas para o curso de Medicina: Universidade de Pernambuco (UPE) – Campus Garanhuns, Universidade Federal do Tocantins (UFT) – Campus Palmas e Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Campus Salvador.
 
Para conseguir a aprovação, o estudante, que é filho do 3º sargento da Polícia Militar (PM), Adão Alves de Sousa e da servidora pública municipal Raquel Lopes, chegou a estudar cerca de 14 horas por dia entre estudos autônomos e aulas do cursinho.
 
A vida acadêmica sempre foi em Piranhas e começou na Escola Maria Esmeria, onde se alfabetizou. Ele também frequentou a Escola Municipal Gercina Teixeira e o Colégio Estadual Francisco Magalhães Seixas, onde fez o Ensino Fundamental. Do 1º ao 3º ano do Ensino Médio o jovem estudou no Colégio Estadual Maria Eulália de Jesus Portilho, também em Piranhas. Depois de concluir essas etapas, ele participou de cursos preparatórios, em Goiânia.
 
Em entrevista ao Jornal O+Positivo, Walter diz que, “a princípio, a Universidade escolhida foi a UFBA, por ser a faculdade de Medicina mais antiga do Brasil”. Mas o estudante ainda fará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) novamente, porque o seu sonho é ir para Universidade de São Paulo (USP). Perguntado sobre o caminho que pretende seguir dentro da medicina, o jovem piranhense também já tem projetos. “Sei que somente o dia a dia dentro da universidade me fará ter certeza, mas a neurologia me chama bastante atenção”, afirma.
 
“Meu sentimento ao ver esses resultados é de gratidão a Deus, principalmente. Além disso, agradeço muito aos meus pais, que me proporcionaram essa oportunidade. Não são todos os jovens que têm o privilégio de apenas estudar e não têm que conciliar a vida de estudos com o trabalho. O resto não passou da minha obrigação. Acredito e sou prova que a educação é transformadora”, completa o futuro médico.
 
Sargento Alves e Raquel também são só alegria, afinal, os dois filhos do casal – o caçula Sebastião de Sousa Neto vai fazer Medicina Veterinária na Uni-RV, em Rio Verde – vão ingressar na Universidade. “Nosso sentimento é de gratidão a Deus pelo esforço e dedicação dele aos estudos, mesmo em horas e momentos difíceis. Para nós, esta conquista significa o quanto Deus tem cuidado de nós, nos abençoado, nos dando esta alegria de um dia ver nossos filhos formados. Nossa vida foi dedicar aos nossos filhos e hoje estamos colhendo esses frutos”, comemoram.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunapiranhense.com/.
Fale conosco pelo Whatsapp
Fale com o Tribuna Piranhense
Fale conosco pelo Whatsapp